Preço do Bitcoin a US$ 4.750 e contando enquanto Charlie Shrem diz que abaixo dos US$ 100 mil é

O Bitcoin continua a superar os US$ 4700, enquanto Charlie Shrem afirma que qualquer preço abaixo de US$ 100.000 por moeda é "barato".

Parte de um grupo cada vez maior e proeminente de nomes bem conhecidos altamente vorazes em Bitcoin, Shrem fez os comentários no Twitter na quinta-feira, já que o limite global do mercado de criptomoeda atingiu US$ 170 bilhões.

Charlie Shrem diz: Só existirão 21 milhões de #Bitcoin. Está se tornando cada vez mais difícil comprar apenas uma. Qualquer coisa abaixo dos US$ 100.000 por #Bitcoin é barato.

O Bitcoin atingiu um novo recorde histórico nas últimas 24 horas de negociação, chegando a US$ 4.740 no Bitstamp, de um mínimo de US$ 4.684.

O último aumento desta semana foi, no entanto, modesto o suficiente para ganhar uma marca de "consolidação" do empresário Vinny Lingham, que disse que um “catalisador” adicional seria necessário para ver uma ruptura significativa do preço para cima ou para baixo.

Enquanto isso, os criptomercados continuarram a subir ao longo das tabelas na quinta-feira, enquanto o Litecoin chegou a liderar o aumento, subindo quase 20% no horário deste artigo para postar um novo recorde histórico de US$ 76.

O Litecoin se beneficiou da ativação do SegWit do Bitcoin no mês passado, dobrando em valor desde julho.

Lingham disse que tais preços não ocorreriam "na sua vida", mas comentando o sucesso, o criador do Litecoin, Charlie Lee, também expressou sua surpresa, dizendo que a comunidade deveria "dar um desconto para ele".

Charlie Lee diz: Vamos dar a @VinnyLingham um desconto aqui. Nem eu não achava que chegaríamos a US$ 75 tão rápido! ?