'Pagamentos em Bitcoin são prioridade para a Norwegian Air', diz executivo sênior

Os pagamentos em Bitcoin (BTC) fevem chegar à companhia aérea low-cost da Noruega, a Norwegian Air, neste ano, depois de seus cofundadores definirem uma data para o lançamento de sua própria exchange cripto.

Segundo o jornal financeiro local Dagens Næringsliv, a família Kjos pretende lançar a negociação a partir da nova exchange NBX em agosto. 

A publicação diz que, com expansão rápida para os países vizinhos, os Kjoses, que já são conhecidos por terem comprado quantidades consideráveis de Bitcoin, irão promover a integração das criptomoedas nas opções de pagamento da Norwegian Air.

A NBX já ganhou notoriedade, mas a data exata e os planos de pagamento cripto reforçam o compromisso da família com a indústria.

Bjorn Kjos, pai de vários executivos seniores espalhados por diversas corporações afiliadas, tem patrimônio aproximado de € 412 milhões (US$ 459 milhões). Seu filho, Lars Ola Kjos, investiu € 400.000 (US$ 446.000) em Bitcoin.

Quem também confirmou os planos foi Stig A. Kjos-Mathisen, que liderará a NBX e que participará do conselho da NBK Holdings, a maior acionista da Noruega. Segundo Dagens Næringsliv, Kjos-Mathisen:

“Primeiro haverá o lançamento do marketplace. A partir daí, a NBX vai criar uma solução de pagamento para clientes da companhia aérea poderem pagar em moeda virtual.” 

A Norwegian vai se juntar a um grupo seleto de empresas aéreas processando pagamentos em criptomoeda, como sua concorrente da Letônia, a AirBaltic, que foi a primeira do mundo a oferecer a opção, ainda em 2014.

Um centro de mineração de Bitcoin, a Noruega parece começar a adotar uma postura mais rígida desde novembro do ano passado, quando as autoridades cortaram os subsídios de eletricidade para as operadoras.