'Bitcoin não é tão volátil quanto o público em geral pensa', diz relatório

A empresa de empréstimos e serviços financeiros em blockchain Unchained Capital publicou um artigo onde afirma que "o Bitcoin não é um ativo tão volátil quanto o público em geral acredita".

A publicação, intitulada “O Bitcoin não é muito volátil”, a empresa dos EUA lista uma série de razões pelas quais o Bitcoin pode ser considerado uma boa reserva de valor, apesar da variação do seu preço.

O artigo afirma que a natureza volátil do Bitcoin é uma das características que o faz ser diferente do dinheiro convencional e isso apenas aumentou a confiança dos usuários na criptomoeda nos últimos anos.

O artigo complementa:

"As pessoas que armazenam riqueza em Bitcoins são forçadas a pensar em primeiros princípios para entender as características do Bitcoin, que de outra forma parecem, na superfície, contradizer uma visão de estabelecimento do dinheiro, que em última análise endurece as convicções. A volatilidade do Bitcoin é uma dessas características mais criticadas."

O Bitcoin viu um aumento de preços em 2019 e também ao longo de sua existência. Enquanto os críticos ainda culpam os manipuladores de mercado, a Unchained Capital diz que a oferta relativamente baixa do Bitcoin e a crescente adoção são diretamente responsáveis pelo aumento de preço.

Muita gente, entretanto, acredita que a volatilidade do Bitcoin o desqualifica como uma reserva adequada de valor. A Unchained Capital, por sua vez, argumenta que a volatilidade não torna um ativo uma reserva ineficaz de valor, citando um exemplo com o dólar americano, que não parece volátil, mas é uma reserva ruim de valor, já que perdeu seu valor consistentemente por décadas.

Apesar das críticas à este novo mercado, a quantidade de usuários de criptomoedas não para de subir e a infraestrutura não para de evoluir.

Como reportado pelo Cointelegraph, a China - que é conhecida por oferecer a maior resistência à esta novo mercado - anunciou que lançará sua própria moeda digital nacional emitida pelo governo.