Taxa de hash do Bitcoin pronta para bater os impressionantes 100 quintilhões pela primeira vez

O Bitcoin (BTC) tem na alça de mira um novo recorde de rede, pois sua taxa de hash está quase batendo nos três dígitos.

Taxa de hash do Bitcoin se aproximando dos 100 quintilhões

Os dados do provedor de estatísticas e carteira Blockchain publicado em 8 de setembro mostram que, até essa data, a taxa de hash do Bitcoin superava 94 quintilhões de hashes por segundo.

Bitcoin network hash rate

Taxa de hash da rede Bitcoin. Fonte: Blockchain

Um recorde em si mesmo, agora o número deve chegar a 100 quintilhões pela primeira vez na história do Bitcoin, sugerem os comentaristas.

Como o Cointelegraph explicou, a taxa de hash refere-se ao poder de computação geral envolvido no processamento de transações de Bitcoin. Quanto mais energia, mais segura e lucrativa é a rede Bitcoin.

A taxa de hash passou seis meses em recessão durante o segundo semestre de 2018, antes de encenar um retorno dramático em janeiro. Três meses depois, o preço do Bitcoin seguiu o exemplo, passando de US$ 3.500 para máximos locais de US$ 13.800.

Keiser: ganhos em Bitcoin serão custeados pelo fiduciário

De acordo com Max Keiser, apresentador da RT, o preço tradicionalmente segue a taxa de hash nas corridas de alta. Agora, ele diz, é a moeda fiduciária que começará a sentir a tensão devido ao sucesso do Bitcoin.

"O hash do Bitcoin está pronto para quebrar a marca de 100Q. Isso começará a se tornar um problema para o fiduciário, à medida que os datacenters dedicados à manutenção de sistemas de fiduciário são puxados para o buraco negro de verdadeiro valor do BTC", escreveu ele no Twitter no domingo.

O ritmo da mudança no Bitcoin também não passou despercebido pelo organizador do revezamento da Lightning Torch Hodlonaut (espécie de 'tocha olímpica' do Bitcoin), que no Twitter observou que a métrica media apenas 6 quintilhões em setembro de 2017.

"Hoje, o hashrate aumenta na mesma quantidade a cada 2 ou 3 semanas", acrescentou.

Enquanto isso, o par BTC/USD ainda precisa capitalizar novamente a força da rede. Até o momento desta publicação, o par era negociado de lado, pouco abaixo dos US$ 10.200, tendo perdido quase 4% nas últimas 24 horas.