PayPal corta pagamentos para mais de 100.000 modelos do Pornhub; Bitcoin pode ser solução

O Bitcoin (BTC) está sendo defendido como a solução para uma nova crise de pagamentos que afeta o site de entretenimento adulto Pornhub. Em uma postagem de blog de 14 de novembro, o Pornhub revelou que o processador de pagamentos PayPal parou repentinamente de atender seus modelos.

Pornhub é atacado em seus “meios de subsistência”

Anteriormente, modelos em todo o mundo recebiam pagamentos via PayPal, que não declarou publicamente por que os barrou de sua plataforma.

"Estamos todos devastados com a decisão do PayPal de interromper os pagamentos a mais de cem mil artistas que dependem destes pagamentos para sobreviver", diz o post do blog.

O Pornhub agora está usando alternativas diretas de transferência de fundos, cujos modelos devem se configurar. O site iniciou um acordo com o projeto de criptomoeda Verge (XVG) no ano passado, enquanto os usuários podem comprar produtos com várias criptomoedas por meio de uma parceria do Pornhub com o gateway comercial PumaPay.

Modelos que desconhecem criptomoeda

O desastre é apenas o mais recente de uma série de movimentos mais rigorosos do PayPal, que se tornaram conhecidos por seus fechamentos aparentemente arbitrários.

Em cada caso, os proponentes do Bitcoin destacam o benefício do uso de criptomoeda resistente à censura. As transações em Bitcoin não podem ser canceladas ou negadas por terceiros, pois são peer-to-peer.

Os problemas do Pornhub, apesar do acordo com a Verge, colocam a falta de conhecimento geral sobre criptomoeda em destaque.

“Cripto, portal pessoal... LOL. Eu não entendo o que é isso. Eu estou bem com o depósito direto na minha conta bancária mesmo", respondeu Shyla Jennings, uma modelo de destaque no site, respondeu às notícias no Twitter.

Jennings acrescentou que não utilizava o PayPal, pois o serviço a colocou na "lista negra por vários anos".