Novo relatório indica que Bitcoin poderia ter FOMO de 4 de julho

Um novo relatório do site de análise de cripto SFOX sugere que o Bitcoin (BTC) pode ver um aumento de preço no dia da independência dos EUA - 4 de julho.

Em um post em seu blog de 3 de julho, o SFOX analisa o aparente impacto que os feriados podem ter durante um mercado de touro de cripto, argumentando que eles parecem estimular o FOMO - ou medo de ficar de fora:

“O Dia de Ação de Graças de 2017 marcou o início da ascensão do Bitcoin de US$ 8 mil para o pico de quase US$ 20 mil em 17 de dezembro [...] em fevereiro de 2019 durante as duas semanas do Festival da Primavera [...] o preço para comprar Bitcoin subiu 14%, de US$ 3.349,17 para US$ 3.908,97, chegando a US$ 4.027,83 alguns dias depois, antes de se desvalorizar novamente para o nível de US$ 3.755."

Flutuações de preços baseadas em feriados parecem ter o respaldo dos dados do Google Trends para o interesse do varejo em Bitcoin, observa o SFOX, observando que durante o inverno de 2017, o volume de buscas nos Estados Unidos aumentou gradualmente nos dias seguintes ao Natal e Ano Novo. .

Admitindo que os dados estão longe de ser conclusivos, a análise ainda empreende que os encontros familiares e sociais promovem o interesse pela primeira vez e a conscientização além de oferecerem ocasiões para as pessoas presentearem o ativo a seus amigos e entes queridos.

 

Bitcoin price during the holiday season and winter bull run 2017

Preço do Bitcoin durante a temporada de férias e inverno de 2017. Fonte: SFOX

Detalhando suas observações, os analistas definem a tendência da seguinte forma:

“Às vezes, quando o mercado já está indo bem ou melhorando, os feriados têm o potencial de gerar um interesse renovado do varejo na compra de Bitcoin e outras criptomoedas. Esse comportamento, quase por definição, é o FOMO: comprar um ativo porque a gente vê uma tendência de alta e quer tirar proveito dela.”

Dirigindo-se a investidores e comerciantes, o SFOX oferece a ressalva de que os picos de preços estimulados pelos “caprichos” da “psicologia de massa” - ao contrário daqueles impulsionados pela mudança dos fundamentos - têm se mostrado historicamente fugazes.

Conforme relatado, os especialistas observaram amplamente que a atual onda de mercado parece ser impulsionada principalmente pelo interesse institucional, não pelo varejo, ao contrário do final de 2017.

Porém, até o final de junho, os dados do Google Trends revelaram que as buscas por "Bitcoin" na internet atingiram uma alta de 17 meses.