Bitcoin atingiu sua maior alta esse mês ficando acima de US$ 4.100, enquanto a libra têm sua maior queda em 31 anos

Sexta-feira, 29 de março - Bitcoin (BTCatingiu a maior alta mensal de US$ 4.112 hoje, enquanto as top 20 criptomoedas por limite de mercado são negociadas lateralmente.

Muitas das 20 melhores moedas estão no vermelho, com a Maker (MKR) com a maior perda, quase 5%, enquanto a Tezos (XTZ) subiu mais de 15% nas últimas 24 horas.

Market visualization from Coin360

Visualização de mercado de Coin360

A maior cripto moeda, Bitcoin, atingiu o pico de várias semanas de US$ 4.112 hoje, continuando um crescimento moderado ao longo do dia. O Bitcoin subiu cerca de 0,3%, sendo negociado a US$ 4.099.

A maior criptomoeda estava sendo negociada abaixo de US$ 4.100 após 24 de fevereiro, quando a capitalização total de mercado caiu repentinamente de US$ 144 bilhões para US$ 127 bilhões. O Bitcoin aumentou cerca de 1,5% nos últimos 7 dias.

Bitcoin 7-day price chart. Source: CoinMarketCap

Gráfico de preços de 7 dias do Bitcoin. Fonte: CoinMarketCap

Ethereum (ETH), a segunda maior criptomoeda por valor de mercado, subiu 0,66% ao longo do dia, sendo negociada a US$ 140,88. A top altcoin subiu mais de 2% ao longo do período de 7 dias.

Ethereum 7-day price chart. Source: CoinMarketCap

Ethereum gráfico de preços de 7 dias. Fonte: CoinMarketCap

Ripple (XRP), a terceira maior criptomoeda por capitalização de mercado, caiu 0,6%, sendo negociada a US$ 0,308. Nos últimos 7 dias, a moeda caiu 1,42%.

Ripple 7-day price chart. Source: CoinMarketCap

Ripple gráfico de preços de 7 dias. Fonte: CoinMarketCap

capitalização de mercado atingiu US$ 143 bilhões pela primeira vez desde 24 de fevereiro, depois de cair para US$ 141 bilhões no início do dia. O volume de comércio diário é de cerca de US$ 35 bilhões.

Total market capitalization 30-day chart. Source: CoinMarketCap

Gráfico de 30 dias da capitalização de mercado total. Fonte: CoinMarketCap

Recentemente, a cidade canadense de Innisfil lançou um programa piloto para capacitar os moradores a pagar impostos com criptomoedas.

Hoje cedo, a Cointelegraph informou que o Vice-Ministro das finanças da Argentina afirmou que a adoção da criptomoeda e blockchain ajudará a promover a inclusão financeira da Argentina e reduzir os custos do Estado.

Enquanto isso, a moeda britânica libra (GBP) atingiu a maior baixa de 31 anos em relação ao dólar ontem, com os investidores apostando que a votação da Grã-Bretanha para deixar a União Europeia vai provocar um corte de taxa do Banco da Inglaterra.

Os mercado de ações dos Estados Unidos subiu hoje em meio a uma antecipação renovada sobre o progresso das negociações comerciais entre Washington e Pequim, enquanto Wall Street concluía um excelente desempenho trimestral, de acordo com a CNBC. Até o momento, todos os três índices, Dow Jones Industrial Average (DJIA), S&P 500 (SPX) e Nasdaq (NASDAQ) Composite, estão acima de 0,6%.

Os preços do petróleo estão vendo sinais mistos, com petróleo bruto West Texas Intermediate (WTI) e petróleo Brent subindo 1,5 e 0,7% respectivamente. A cesta da OPEP caiu mais de 1,1% até o momento da publicação.

Os preços do ouro registraram a maior queda mensal desde agosto, à medida que o dólar e as ações mais fortes pressionaram o mercado, diz relatórios da CNBC. Enquanto o ouro spot subiu 0,2%, para US$ 1.298 por onça, caiu ontem em cerca de 1,5% a maior queda em mais de sete meses e quebrando abaixo do principal apoio em torno de US$ 1.300.

Enquanto isso, spot palladium subiu de mínimos de dois meses tocados na última sessão, um aumento de cerca de 1,7% até momento. Recentemente, o bilionário russo Vladimir Potanin revelou planos para lançar um token de criptomoeda apoiado por paládio.