Binance LCX lança câmbio Fiat-to-Cripto no Liechtenstein

A Binance LCX, uma joint venture entre a Binance e a Liechtenstein Cryptoassets Exchange (LCX), anunciou o lançamento de uma troca fiat-to-cripto, de acordo com um comunicado publicado em 16 de agosto.

A nova plataforma de negociação estará localizada no Liechtenstein e oferecerá negociações entre francos suíços (CHF) e euros (EUR) contra os principais pares de moedas digitais, adicionando posteriormente mais pares de negociação após as aprovações regulamentares.

A Binance fornecerá e apoiará a plataforma, enquanto a Binance LCX irá liderar o suporte ao cliente, a conformidade regulatória e a comunicação do governo. Adrian Hasler, primeiro ministro do Liechtenstein, comentou o lançamento:

"Estamos confiantes de que o quadro jurídico e a prática existentes e futuros do Liechtenstein fornecem uma base sólida para que a Binance LCX e outras empresas de blockchain forneçam serviços excepcionais aqui no Liechtenstein."

O Liechtenstein assumiu uma postura amigável e aberta em relação às criptomoedas e à tecnologia blockchain, repercutindo os acontecimentos na vizinha Suíça, conhecida por seu “Crypto Valley”, no cantão de Zug.

Recentemente, o Liechtenstein introduziu uma nova lei blockchain que fornece segurança jurídica e regulatória para empresas e clientes. Em entrevista ao Cointelegraph, Hasler disse que o país vê um grande potencial em tecnologias blockchain, acrescentando:

"Blockchain pode servir como uma base importante para uma variedade de aplicações econômicas, cobrindo não apenas transações de pagamento, mas soluções financeiras mais amplas, casos de uso da indústria e aplicações gerais."

Em março, a instituição de crédito do Liechtenstein, Bank Frick, começou a oferecer “investimento direto” e armazenamento a frio para cinco moedas criptografadas; Bitcoin, Bitcoin Cash, Litecoin, Ripple e Ethereum. O serviço é voltado principalmente para “participantes profissionais do mercado e intermediários financeiros”. O principal executivo do banco, Hubert Büchel, afirmou que seus serviços relacionados à criptos “são demandados por empresas em toda a Europa”.