Contratos futuros da Binance atingem quarto lugar em volume com apenas um mês em atividade

Os novos contratos futuros da principal exchange de criptomoedas do mundo atingiu o quarto lugar em volume de negociação. A Binance lançou os novos produtos menos de um mês atrás.

A gigante das exchanges entrou no mercado de contratos futuros há pouco menos de um mês. O instrumento de investimento torna possível apostar na subida ou queda de um ativo, inclusive com o uso de alavancagem. 

De acordo com um tweet recente do AG Binance, a Binance Futures registrou recentemente um volume de negociação de 16.000 BTCs em uma hora - o fato chamou a atenção da comunidade de criptomoedas.

Além disso, recentemente o volume de negociação de 24 horas nos mercados futuros da Binance cruzou 30.500 BTC. Denominado em USDT, o equivalente a esse valor chegaria a mais de US$ 250 milhões. 

Os dados também mostram que os números excederam os das operações à vista da Binance, que registraram um volume de negociação relativamente baixo em 24 horas de US$ 220 milhões em USDT.

O mercado de futuros de Bitcoin está apresentando uma alta de volume recentemente.

Por um tweet recente da bolsa de futuros de Chicago CME, apesar da queda nos preços do Bitcoin, o interesse nos contratos futuros da plataforma permaneceu forte durante o terceiro trimestre, com mais de 4,6 mil contratos abertos diariamente - um aumento de 61% em relação ao terceiro trimestre de 2018.

Além disso, em 9 de outubro, o volume de negociação de futuros de Bitcoin (BTC) na plataforma Bakkt da Intercontinental Exchange (ICE) subiu para 224 contratos em 9 de outubro, registrando um aumento de 796%.

Parece que o mercado de contratos futuros de criptomoedas está acelerando seu desenvolvimento nos últimos meses e novos produtos estão entrando no mercado.

Ontem, o presidente da Comissão de Comércio de Mercadorias e Futuros (CFTC), Heath Tarbert, durante a conferência All Markets Summit do Yahoo Finance, sugeriu as negociações de contratos futuros de Ethereum será iniciada nos mercados dos EUA em um futuro próximo.

Como mostrou o Cointelegraph Tarbert reiterou que o órgão americano acredita que o Bitcoin é uma comódite e disse que, na sua opinião, o Ethereum também é uma comódite e não um valor mobiliário.