Acordo de Barry Silbert perde apoio à medida que a casa de câmbio SurBTC apela aos desenvolvedores do Bitcoin Core

A casa de câmbio de criptomoeda latino-americana SurBTC saiu em apoio aos desenvolvedores do Bitcoin Core em sua declaração do SegWit2x.

Juntando-se ao número crescente de casas de câmbio que publicam suas posturas oficiais sobre o próximo hard fork, a SurBTC, que originalmente assinou o acordo de NYA, disse que não estava preparada para apoiar as mudanças. Os desenvolvedores do Core "não se sentem seguros".

SURBTC diz: Nossa posição à respeito do hard fork SegWit2x (em espanhol e inglês)

"Os antecedentes técnicos da equipe que atualmente colabora no núcleo do projeto Bitcoin tem um nível sem precedentes, acreditamos que sejam, pelo menos, como um grupo, especialistas imparciais que mereçam pelo menos uma voz sobre o assunto", escreveu a empresa.

A SurBTC é um dos vários signatários do acordo de Barry Silbert, que mais tarde voltou ao compromisso de apoiar o SegWit2x.

No momento em que o fork foi proposto, os usuários da rede Bitcoin ficaram frustrados com taxas altas e tempos de transação lentos.

No pós-SegWit, no entanto, as prioridades mudaram e a natureza contenciosa do debate SegWit2x dividiu a comunidade e deu às empresas que o apoio um difícil obstáculo publicitário.

"Mesmo que fiquemos felizes em ter blocos moderadamente maiores para acomodar a crescente demanda, sentimos que o Bitcoin precisa (pelo menos uma maioria) do suporte de seus desenvolvedores principais para que seja feito com responsabilidade", continuou a SurBTC.

Posição da Xapo

Na segunda-feira, a admissão da Xapo que potencialmente levaria o ticker BTC para longe da cadeia BTC original causou indignação e defesa generalizada em igual medida.

Quanto à discussão da questão do ticker, a SurBTC assumiu uma posição mais neutra mais neutra, prevista para ser indicativa da resposta mais ampla da indústria ao quando ocorrer o SegWit2x, em 18 de novembro.

"Tudo dito, se um hard fork controverso acontecer, a SurBTC poderia eventualmente listar ambos os ativos, mas permitirá que seus usuários pelo menos retirem ambos", acrescentou a casa de câmbio.

"Devido a razões práticas, continuaremos a listar o BTC, e incorporaremos o B2X (ou o nome que pegar na indústria) mais tarde".


Siga-nos no Facebook