Um dia, barris de petróleo poderão ser pagos com cripto, diz chefe da gigante de energia russa

O chefe da companhia de petróleo russa Rosneft não descartou a possibilidade de pagar petróleo com criptomoedas no futuro, de acordo com uma matéria do Snob.ru de 6 de junho.

Igor Sechin disse que a aceitação e a percepção do setor de ativos digitais estão começando a aumentar, à medida que os gigantes da tecnologia do Vale do Silício, incluindo Google, Amazon e Apple, começam a explorar o setor de petróleo e gás.

Embora ele tenha sugerido que a stablecoin que o Facebook está desenvolvendo no momento poderia ser usada para comprar petróleo em barril, Sechin alertou que há alguns obstáculos que as criptomoedas precisam superar para despertar o interesse dos gigantes da energia. Ele foi citado como tendo dito:

“Maior flexibilidade geralmente significa maior volatilidade e a digitalização cria riscos para a manutenção de segredos comerciais e leva à necessidade de criar novos mecanismos regulatórios, reservas adicionais. Hoje, as empresas de tecnologia não têm respostas de qualidade para essas questões fundamentais.”

Sechin deu suas declarações durante o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo.

Petróleo e criptomoedas já foram ligados antes, com o presidente venezuelano Nicolas Maduro emitindo uma moeda conhecida como Petro, supostamente ligada às reservas nacionais de commodities, incluindo ouro, diamantes e petróleo.

Em novembro passado, grandes empresas de petróleo se uniram a grandes bancos para lançar uma plataforma impulsionada por blockchain para o comércio de commodities, mas isso estava mais focado em ajudar os agentes da indústria na transição do papel para os contratos inteligentes.