Barclays Fala Com Reguladores Sobre Trazer O Bitcoin E Altcoins Para O Jogo Financeiro

O Barclays esteve conversando com os Reguladores Financeiros sobre como trazer criptomoedas, como o Bitcoin, para o jogo. Isso significa uma mudança na maré na atitude dos bancos para com as criptomoedas?

Tradicional resistência para com as criptomoedas

Os bancos são sujeitos às diretrizes "Conheça seu Cliente" e antilavagem de dinheiro. Consequentemente, eles têm sido tímidos em ser associados com o Bitcoin e outras criptomoedas, dada a reputação do Bitcoin como um pseudônimo à moeda usada em compras de drogas. No passado, os bancos fecharam contas de companhias relacionadas com o Bitcoin, já que elas envolveriam um monitoramento melhorado e custos associados mais altos.

Conversas com o FCA

Em uma mudança refrescante, o Barclays falou com reguladores financeiros, incluindo a Autoridade de Condução Financeira (FCA na sigla em inglês) britânica, sobre como as criptomoedas podem desempenhar um papel no sistema existente. Ashok Vaswani, CEO do Barclays UK, disse à CNBC:

"Temos falado com algumas fintechs e na verdade temos ido com as fintechs à FCA para falar sobre como poderíamos trazer o equivalente em Bitcoin, não necessariamente Bitcoin, mas criptomoedas, para o jogo

Enquanto reguladores estão abertos a sugestões, eles são normalmente conservadores a inovações como criptomoedas. Assim sendo, as opiniões de jogadores existentes já estabelecidos como bancos pesam fortemente em suas decisões.

Associação com empresas fintech

Os bancos têm se associado com empresas fintechs e têm procurado adotar a tecnologia Blockchain para cortar custos. Em abril de 2016, o Barclays fez parceria com a Circle quando lançou seus serviços no Reino Unido. A Circle, que é uma rede social de pagamentos apoiada pela Goldman Sachs, recebeu uma licença de e-money no Reino Unido. Os bancos e instituições financeiras pelo mundo têm se encontrado para formar o consórcio R3, para colaborar com aplicações Blockchain. Apenas a associação com o Bitcoin que tem sido um tabu para bancos até agora. 

A caminho à frente

Com o Bitcoin e outras criptografia ainda em um estágio de crescimento nascente, os bancos podem se dar ao luxo de ignorar as empresas com baseadas em Bitcoin agora. Os bancos estabeleceram uma lista negra de certas empresas como as de maconha recreativa, jogos de azar e pornografia, devido aos riscos à reputação envolvidos. Fazer o mesmo para as empresas com base em Bitcoin apenas afastou os bancos das oportunidades de negócios e tornaria essas empresas autossuficientes. Eles podem até mesmo desafiar os modelos de negócios dos bancos no futuro.