Barclays patrocina hackatona Blockchain para explorar o processamento de contratos de derivativos

O banco britânico de investimento Barclays está patrocinando uma "hackatona" para encontrar a melhor solução blockchain para aumentar a eficiência do processamento de contratos com derivativos, segundo anúncio publicado em 9 de agosto. O Barclays está em parceria com outras grandes empresas como a Deloitte, a Associação Internacional de Swaps e Derivativos (ISDA). e Thomson Reuters para o evento.

Na maratona de dois dias da DerivHack, os participantes terão a oportunidade de implementar suas ideias e aplicar o Modelo de Domínio Comum ISDA (CDM) à tecnologia de livro-razão distribuído. O objetivo final do evento é encontrar soluções para casos de uso no processamento pós-negociação de contratos de derivativos.

O ISDA CDM fornece uma representação digital padrão de eventos e processos que podem ocorrer no decorrer de um comércio de derivativos, apresentados em um formato legível por máquina. O produto foi projetado para melhorar a consistência e ajudar na interoperabilidade entre empresas e plataformas.

De acordo com o anúncio, o Barclays estabelecerá casos de uso desafiadores para simular o mercado de derivativos, como uma revisão do processamento de derivativos pós-negociação, mudanças significativas nos ganhos de eficiência, bem como fornecer exemplos de dados de negociação no CDM ISDA para implementá-los.

No início deste ano, houve rumores de que o Barclays estava revendo a possibilidade de abrir um balcão de negociação de criptomoedas. Uma fonte anônima teria dito que o banco estava avaliando se o interesse do cliente era suficiente para oferecer serviços de trading de cripto. Mais tarde, o CEO do Barclays, Jes Staley, refutou os rumores, dizendo:

“Criptomoeda é um verdadeiro desafio para nós porque, por um lado, existe o lado inovador e queremos permanecer na vanguarda da melhoria tecnológica das finanças… Do outro lado, há a possibilidade de criptomoedas serem usadas para atividades que o banco não quer fazer parte. ”

Em julho, o Barclays apresentou dois pedidos de patentes relacionados à transferência de moeda digital e armazenamento de dados de blockchain, ambos publicados pelo Escritório de Marcas e Patentes dos EUA. A primeira patente descreve um sistema de transferência de moeda digital do pagador para o destinatário que autenticaria com segurança as identidades de ambos, além de validar e registrar as transações. O outro refere-se ao armazenamento e endossamento de dados e reclamações relacionadas a entidades específicas.