Diretor do Bank of England diz que o Bitcoin 'falhou' como uma moeda

O diretor do Bank of England (BoE) Mark Carney declarou que o Bitcoin não pode ser considerado uma moeda legítima pelas definições "tradicionais", o The Telegraph noticiou na segunda-feira, 19 de fevereiro.

Em um evento na Universidade Regent de Londres, Carney afirmou que o Bitcoin não conseguiu atender a dois requisitos principais de uma moeda tradicional, alegando que o Bitcoin não é nem um meio de troca, nem um agregador de valor.

"Elas [criptomoedas] praticamente falharam até agora ... de acordo com os aspectos tradicionais do dinheiro. Não é um depósito de valor porque está em todo o mapa. Ninguém o usa como meio de troca", disse Carney a estudantes da London Regent's University.

No entanto, Carney permitiu que a tecnologia subjacente, a Blockchain "ainda possa ser útil" devido à sua natureza descentralizada:

"A tecnologia subjacente da criptomoeda ainda pode ser útil como uma maneira de verificar as transações financeiras de forma descentralizada", disse Carney.

O argumento de que as criptomoedas não são ideais para uso como meio de troca é geralmente feito em relação à Bitcoin em particular. Em 24 de janeiro de 2018,  a principal processadora de pagamentos Stripe interrompeu o suporte para o Bitcoin devido a taxas elevadas e tempos de confirmação lentos. Mais cedo em 7 de dezembro, a plataforma de jogos de Steam deixou de aceitar pagamentos de Bitcoin, citando taxas de transação de até $20 e alta volatilidade.

O serviço de receita interna dos EUA (IRS), no entanto, define a moeda virtual como a representação digital virtual do valor ou seja "que funciona como meio de troca, uma unidade de conta e/ou um depósito de valor" e tem tributado criptomoedas como propriedade desde março de 2014.