Bank of America revela nova patente de blockchain visando o manuseio de dinheiro

O Bank of America (BoA) quer patentear um sistema usando a tecnologia blockchain para melhorar o manuseio de dinheiro, confirma um novo pedido publicado em 25 de dezembro.

Originalmente apresentada em junho de 2017, a patente referencia “sistemas bancários controlados por registros de dados”.

"Aspectos da divulgação dizem respeito à implantação, configuração e utilização de dispositivos de manipulação de dinheiro para fornecer funções operacionais dinâmicas e adaptáveis", diz o resumo.

O BoA explica que ainda existem dificuldades de comunicação em aspectos das operações de manuseio de dinheiro entre as enormes operações dos bancos, e sugere que o blockchain poderia ajudar a aliviá-las.

“Dispositivos de manuseio de dinheiro podem ser usados ​​em centros operacionais e outros locais para fornecer várias funções, como facilitar saques em dinheiro e depósitos”, continua o documento de patente.

“Em muitos casos, no entanto, pode ser difícil integrar esses dispositivos de manuseio de dinheiro com infraestrutura técnica que suporte operações bancárias e outras operações, além de otimizar as operações técnicas eficientes e eficazes dos dispositivos de manuseio de numerário e de vários sistemas de computador relacionados.”

O BoA procurou intensificar seus esforços para prender a propriedade intelectual na esfera do blockchain nos últimos dois anos.

Em novembro, o banco revelou ter mais mais de 50 dessas patentes de blockchain, em meio à curiosidade sobre se tudo isso seria usado no curto prazo.

Embora interessado em blockchain, o BoA adotou uma postura altamente avessa a risco em relação à criptomoeda, tornando-se uma das poucas instituições a promulgar proibições de compras associadas por clientes no início deste ano.