Bank of America revela patente de blockchain para validação de dados externos

O Bank of America (BoA) entrou com uma patente para um sistema baseado em blockchain que permite a validação externa de dados, de acordo com um registro de patentes do Departamento de Marcas e Patentes dos Estados Unidos (USPTO), divulgado em 17 de julho.

O registro de patentes da BoA propõe o uso de blockchain para rastrear informações de recursos e confirmar transferências de recursos, observando que

“Existe atualmente uma necessidade de fornecer uma indicação mais precisa da situação financeira de um usuário, permitindo a validação externa de dados em uma rede de dados de processo.”

A patente descreve como o sistema registraria informações no blockchain com base em “informações agregadas associadas à transferência passada de recursos executados por uma entidade” e atualizaria as informações no blockchain com cada nova atividade de transação.

Em abril, o USPTO publicou outra patente do BoA para um sistema de armazenamento baseado em blockchain. De acordo com a Fortune, o BoA tem atualmente 45 patentes vivas relacionadas à blockchain pendente, com o CTO do banco observando que a acumulação de patentes permite que o banco esteja “preparado”.

Ao mesmo tempo, o BoA tornou-se famoso por sua aversão à criptomoeda, podendo chamar o Bitcoin (BTC) de “problemático” enquanto defendia uma decisão anterior de proibir seus clientes de comprar criptografia usando cartões de crédito.

Apesar de sua aparente previsão na esfera blockchain, o BoA não está sozinho: a Mastercard nesta semana revelou uma patente própria permitindo transações do que ele chama de "moedas blockchain".