Bank of America lança nova patente para múltiplas assinaturas digitais em um sistema distribuído

O segundo maior banco dos EUA, o Bank of America (BofA), depositou uma nova patente para a adaptação de várias assinaturas digitais em uma rede distribuída, de acordo com uma publicação do Departamento de Marcas e Patentes dos EUA (USPTO) publicada em 18 de setembro.

A nova patente propõe um sistema para gerenciar a comunicação de dados a partir de dispositivos conectados à Internet. O documento sublinha que “a invenção fornece determinação automatizada de quais dispositivos estão comunicando a quais entidades de terceiros e, em algumas formas de realização, o tipo de dados sendo comunicados a essas entidades de terceiros”.

O sistema proposto pelo BofA aborda dispositivos dentro de um ambiente da Internet das Coisas (IoT), descrevendo como cada um dos dispositivos conectados à Internet vai comunicar dados entre si “continuamente”, enquanto o sistema permitiria ao usuário “selecionar proibir (ou seja, bloquear) ou limitar quais dados são comunicados a quais entidades de terceiros”.

Também em setembro, a IBM foi agraciada com uma patente para dispositivos de autoatendimento autônomo dentro de um sistema de IoT baseado em blockchain. E em agosto, a LG CNS, subsidiária do conglomerado multinacional sul-coreano LG Corporation, anunciou um plano para fortalecer sua oferta corporativa de sete plataformas, incluindo blockchain e IoT, para promover a “quarta revolução industrial”.

O Bank of America, supostamente o maior detentor de patentes relacionadas a blockchain, continuou com sua própria exploração de blockchain no mês passado, quando apresentou uma patente para registrar e armazenar transações relacionadas a criptomoeda em um sistema baseado em blockchain.

Em julho, o BofA também apresentou uma patente para um sistema que permite a validação externa de dados com base na tecnologia de contabilidade distribuída.