“Bana o Bitcoin!” diz vencedor do Nobel, enquanto ignora perdas FANG

Em uma declaração que será amplamente aprovada e vilipendiada por campos opostos, Joseph Stiglitz disse à Bloomberg TV que as criptomoedas como Bitcoin deveriam ser banidas. Seu comentário baseia-se na análise dizendo que o mercado de Bitcoin é impulsionado principalmente pelo seu potencial para contornar as agências governamentais.

Seu ataque continuou, afirmando que o mercado de Bitcoin vai "subir e depois cair", deixando muitos investidores feridos e, portanto, deve ser banido, acrescentando que não serve a nenhuma "função socialmente útil".

Bana tudo, Joe, bana tudo

Aparentemente, o Dr. Stiglitz também pode desejar banir as famosas ações FANG (FacebookApple, Netflix e Google), que, no mesmo dia que o recente declínio de preços do Bitcoin, enfrentaram perdas muito maiores.

Na verdade, enquanto o Bitcoin perdeu cerca de US $ 3 bilhões na capitalização de mercado, as ações FANG perderam US $ 60 bilhões - vinte vezes mais. Se a proteção do consumidor é o objetivo principal, ações FANG são um risco muito maior e digno da proibição.

Impossível?

Em última análise, no entanto, independentemente das opiniões dos economistas, a própria natureza do Bitcoin pode impossibilitar a proibição. Em vez disso, os governos devem simplesmente lidar com a criptomoeda e regular o seu comércio de maneiras razoáveis e racionais. De acordo com Kain Warwick, fundador da Havven:

"Felizmente é um pouco irrelevante se alguém em particular pensa que o Bitcoin deve ser banido, porque um dos pontos mais fortes é que, na prática, el não pode ser banido".


Siga-nos no Facebook