A maior operadora de Telecom da Áustria, a A1, está aceitando criptomoedas em lojas selecionadas usando a Salamantex

A principal operadora austríaca de telecomunicações, a A1, começou a aceitar criptomoedas como pagamento em sete lojas selecionadas na Áustria.

Seis criptoativos aceitos

A partir de 19 de agosto, os clientes A1 podem pagar por serviços de rede em agências selecionadas usando as seis principais criptomoedas: Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), XRP, Litecoin (LTC), Stellar (XLM) e Dash (DASH), para um anúncio oficial publicado em 16 de agosto.

O serviço de pagamento A1 é um sistema de pagamento digital desenvolvido em colaboração com a Salamantex, especialista em moeda digital,a Concardis, fornecedora alemã de pagamento eletrônico, e o Ingenico, fornecedor francês de soluções de pagamento inteligente, e foi anunciado em meados de junho.

Alipay e WeChatPay no caminho

Além dos métodos de pagamento sem dinheiro, o pagamento A1 também permitirá que os clientes A1 paguem por serviços usando as operadoras de pagamento chinesas Alipay e WeChatPay no final de agosto, informam as notas à imprensa.

Markus Schreiber, diretor da A1 Business Marketing, disse que o pagamento com moedas digitais está se tornando cada vez mais predominante globalmente, enquanto o dinheiro está se tornando um modelo obsoleto, que está afetando todas as indústrias. Ele acrescentou que o novo piloto baseado em criptomoedas permitirá que a A1 resolva a demanda e aceitação de moedas digitais.

Riscos de Conversão

Durante o piloto, os clientes A1 receberão um preço fixo de conversão da moeda selecionada no momento da compra de um serviço, enquanto o risco de flutuação de preço durante a validação da transação será mitigado pelos provedores.

Os pagamentos com criptomoedas estão agora disponíveis em sete locais A1: Kärntnerstraße, Centro Comercial Wien Mitte, Centro Krems Bühl, Graz Herrengasse, Linz Landstraße, Salzburgo Europark e Innsbruck Kaufhaus Tyrol.

Recentemente, informou -se que a gigante de telecomunicações americana Verizon estava buscando talentos de blockchain, incluindo cinco desenvolvedores de blockchain em uma aparente tentativa de estabelecer uma rede distribuída.