Funcionários de TI do Bureau of Meteorology australiano suspeitos de mineração ilícita de cripto

A Polícia Federal australiana (PFA) está investigando dois funcionários do Bureau of Meteorology por supostamente terem usado os computadores da agência para minerar criptomoedas, informou a Australian Broadcasting Corporation (ABC) hoje, 8 de março.

A PFA apareceu no Bureau of Meteorology na semana passada, 28 de fevereiro, com um mandado de busca e questionou dois funcionários de TI, um dos quais já pediu demissão. A ABC informa que ainda não foram apresentadas acusações, e tanto a PFA quanto o Bureau of Meteorology se recusaram a comentar enquanto aguarda a investigação em andamento.

Chris Berg, do RMIT Blockchain Innovation Hub, disse à ABC que os funcionários suspeitos poderiam estar usando o poder computacional da agência para minerar cripto ou usando sua eletricidade para evitar pagar suas próprias contas elétricas:

"Uma possibilidade é que eles estão tentando usar alguns dos equipamentos que o Bureau of Meteorology tem [sic]. O Bureau of Meteorology tem alguns computadores muito rápidos. Outra possibilidade, porém, é que eles estão apenas tentando fazer o Bureau of Meteorology pagar pela eletricidade. A mineração é uma tarefa muito intensiva em eletricidade e eles provavelmente não queriam pagar por ela".

No mês passado, em um trama semelhante, vários engenheiros nucleares russos foram presos depois de tentar usar um dos maiores supercomputadores da Rússia para minerar cripto.