Banco Central da Austrália deveria Adotar o Bitcoin: Campanha Bipartidária no Senado

Dois senadores australianos se movimentaram para pedir ao banco central do país que adote Bitcoin em um "salto revolucionário".

Múltiplas fontes informam na terça-feira como os senadores Sam Dastyari e Jane Hume abandonaram a política partidária para unir forças sobre a questão do futuro do setor de serviços financeiros da Austrália.

"Este será um salto revolucionário para o Banco de Reserva e para as instituições financeiras australianas", disse Dastyari, citado pela fonte de notícias local Sydney Morning Herald.

"O que queremos fazer aqui no Parlamento é criar o ambiente político para permitir que esse salto ocorra".

O empurrão marca uma partida para a abordagem australiana até então um pouco obsoleta para com a implementação de criptomoedas em nível estatal, em contraste com sua posição sobre o Blockchain.

Semelhante ao Bitcoin Caucus bipartidário do senador Mick Mulvaney no Congresso dos EUA, Dastyari e Hume prevêem múltiplos benefícios para o aumento da participação do Estado, começando com a educação.

"Eu não entendo qual é o problema, não derretem todos os pedaços de moeda que eles não usam?" Dastyari disse que era a resposta de um colega depois de falar sobre o Bitcoin.

Se bem sucedido, os esforços australianos poderiam ver um movimento para o tipo de atitude adotado para com a criptomoeda pelo estado em jurisdições como a Suíça. Lá, os cidadãos já podem usar o Bitcoin para executar uma variedade de tarefas municipais.

"Não podemos competir com os nossos vizinhos asiáticos quando se trata de produzir bens e serviços mais baratos. Podemos competir quando se trata de serviços financeiros, mas isso vai significar decisões grandes e audaciosas", continuou Dastyari.

Os serviços financeiros são agora a maior indústria da Austrália, no valor de cerca de $ 145 bilhões por ano.


Siga-nos no Facebook