Austrália testa "dinheiro inteligente" baseado em blockchain para o Esquema Nacional de Seguro de Invalidez

O governo federal australiano está explorando o uso de “dinheiro inteligente” baseado em blockchain para sua aplicação em seu Esquema Nacional de Seguro de Invalidez (NDIS), de acordo com um comunicado à imprensa de 9 de outubro.

O teste, apelidado de "Making Money Smart", foi desenvolvido em conjunto pelo Commonwealth Bank of Australia (CBA) e pelo Data61. Este último é um centro de inovação digital que faz parte da Organização de Pesquisa Científica e Industrial da Commonwealth (CSIRO) — uma entidade corporativa do governo australiano que realiza pesquisas científicas para promover diversas indústrias locais.

No comunicado de imprensa da CSIRO, a Data61 definiu dinheiro inteligente — ou programável — como moeda que “sabe com o quê, com quem e quando pode ser gasto”: um token digital compatível com blockchain que pode ser utilizado para pagamentos de acordo com regras vinculativas e pré-especificadas. Um livro-razão distribuído garante ainda que haja um rastro imutável e auditável para seu gasto e circulação.

A Data61 afirma que o NDIS foi escolhido para a prova de conceito, pois “envolve condições de pagamento altamente personalizadas”, delineando como, sob NDIS, indivíduos e seus cuidadores recebem quantias específicas de fundos para gastar em vários bens e serviços fornecidos pelo esquema.

O uso de um esquema do dinheiro intelgiente automatizaria e protegeria o processo, aliviando usuários e provedores de serviços da necessidade de processar burocracia ou recibos administrativos.

O comunicado de imprensa observa que a Agência de Transformação Digital (DTA) do governo vem explorando uma solução blockchain para entrega de pagamento de bem-estar desde maio. A Data61 enfatizou que o teste do dinheiro inteligente usa uma solução de token que pode ser integrada no futuro com a New Payments Platform da Austrália.

O Dr. Mark Staples da Data61 ressaltou que, além de seu uso para pagamentos condicionais e paramétricos em sistemas de bem-estar social, a tecnologia tem um potencial de longo alcance para o mundo dos negócios. Ele observou no comunicado que a moeda programável pode reduzir o atrito e ajudar as empresas a "criar novos modelos de negócios e formas inovadoras de entregar e pagar por produtos e serviços".

Além do NDIS, grandes iniciativas estão em andamento na Austrália para integrar o blockchain ao governo e ao setor financeiro. Em julho deste ano, a IBM assinou um contrato de US $ 740 milhões com o governo australiano para usar blockchain e outras novas tecnologias para melhorar a segurança de dados e automação em todos os departamentos federais, incluindo defesa e assuntos internos.

Em agosto, o Data61 da CSIRO e o escritório de advocacia Herbert Smith Freehills fizeram uma parceria com um novo consórcio australiano para construir uma plataforma de contratos inteligentes baseada em blockchain baseada na indústria para empresas.