Na Austrália, DigitalX lança fundo de Bitcoin apoiado por US$ 1,9 milhão em BTC

A empresa australiana de cripto DigitalX Ltd. está lançando um fundo Bitcoin (BTC), apoiado por aproximadamente US$ 1,9 milhão de suas próprias participações em criptomoeda.

De acordo com um comunicado publicado em 13 de novembro, o novo fundo é oferecido por meio de uma estrutura de fundos não listada para permitir que investidores como escritórios familiares e pessoas com alto patrimônio líquido ganhem exposição à moeda por meio de um veículo familiar.

Apoiado por 215 Bitcoin - aproximadamente US$ 1,9 milhão

A DigitalX está envolvida no espaço Bitcoin desde 2014, começando com a mineração antes de evoluir para a oferta de negociações e outros serviços ao setor blockchain mais amplo.

A empresa listada na Bolsa de Valores da Austrália já ofereceu serviços de consultoria de Oferta Inicial de Moedas (ICO), consultoria de blockchain e gerenciamento de ativos.

O anúncio indica que a empresa detém o Bitcoin desde 2013 e atualmente possui 431 BTC - no valor aproximado de US$ 3,8 milhões no momento desta publicação.

Para estabelecer o fundo, a DigitalX está semeando 215 BTC - supostamente no valor de US$ 1,9 milhão no momento de sua avaliação - o que significa que está "efetivamente trocando sua participação nesses Bitcoins por uma participação equivalente no fundo", nas palavras da DigitalX.

Isso ajudará a oferta a atingir massa crítica e permitirá que a DigitalX lucre com as taxas acumuladas a receber do fundo, observa o comunicado de imprensa.

A partir de 25 de novembro, os representantes da empresa viajarão por Sydney, Melbourne e Perth para conhecer potenciais investidores qualificados e promover o produto.

Estrutura do fundo e controvérsias anteriores

De acordo com a estrutura de confiança da unidade atacadista da Austrália, a DigitalX diz que fornecerá padrões de custódia de nível institucional e garantirá participações de clientes e empresas em um sistema de carteira de alta segurança fornecido pelo serviço de custódia BitGo, que oferece seguro sobre ativos de até US$ 100 milhões.

A empresa também usará segurança baseada em blockchain para registrar e transferir unidades na unidade de confiança.

Conforme relatado, a DigitalX Ltd. recebeu um pedido de origem e uma declaração de reclamação em agosto de 2018. A reclamação - que pertencia a um investimento en ICO para o qual a DigitalX atuava como consultor - foi apresentada por um grupo de clientes no Tribunal Federal da Austrália, por um total combinado de cerca de US$ 1,8 milhão, mais danos.

Na época, a DigitalX disse que negava todas as alegações de irregularidades e disse que defenderia vigorosamente sua reputação.

Em maio de 2019, a DigitalX chegou a um acordo com o requerente, sem nenhuma admissão de responsabilidade, pagando um total de aproximadamente US$ 275.000 em dinheiro e US$ 240.000 em ações da empresa. Comprometeu-se também a buscar indenizações contratuais junto a terceiros pela recuperação parcial dos fundos de liquidação.