Co-fundador da Apple, Steve Wozniak afirma ter vendido todos os seus Bitcoins quando cotação atingiu US$ 20.000

Co-fundador da AppleSteve Wozniak contou ter vendido todos os seus Bitcoins (BTC) quando a cotação da criptomoeda atingiu o valor de US$ 20.000 em dezembro de 2017. A informação foi divulgada pela Business Insider Nordic no dia 24 de janeiro.

Em discurso no Nordic Business Forum em Estocolmo, na Suécia, Wozniak disse que comprou uma quantidade não-revelada de Bitcoin quanto a criptomoeda valia cerca de US$ 700, porque "queria saber do que se tratava”. Ele também explicou o que pretendia fazer com as criptos.

“Meu objetivo era viajar para um lugar como Estocolmo e ir à restaurantes e hotéis que só aceitassem Bitcoins, então eu só usaria Bitcoins na minha viagem.”

Quando o Bitcoin atingiu a cotação recorde de US$ 20.000, no entanto, Wozniak alega ter vendido todo o seu "estoque":

“Quando o Bitcoin começou a subir, eu disse que não gostaria de ser uma daquelas pessoas que ficam olhando, olhando, preocupada com os números. Eu não quero esse tipo de preocupação na minha vida. [...] Parte da minha felicidade é justamente de não ter preocupações, então eu vendi tudo e me livrei disso.”

Wozniak concluiu dizendo que"nunca usou o app de ações da Apple, e que nunca comprou ou vendou ações". Como o Cointelegraph informou em junho do ano passado, Wozniak já disse em entrevista que “só o Bitcoin é como puro ouro digital”, reafirmando sua crença na criptomoeda mesmo já tendo se desfeito das suas à época.

Até quando descreveu a blockchain como uma bolha que remetia à época das "ponto com", Wozniak ainda afirmou que o Bitcoin era “simplesmente incrível”. Mais do que isso, em outubro de 2018, Wozniak anunciou que estava entrando como um dos fundados da EQUI Global, uma venture capital focada na blockchain.