Ganhos da AMD batem a meta em meio a conversas sobre a criptomoeda

A empresa transnacional de TI norte-americana Advanced Micro Devices (AMD) superou as expectativas de ganhos de Wall Street, confirmou a empresa em u comunicado de imprensa em 30 de abril.

A AMD, que já havia experimentado volatilidade em seu desempenho em meio às difíceis condições do mercado em 2018, registrou um preço ajustado de US$ 0,06, um centavo acima da meta.

O efeito colateral entre os investidores foi imediatamente palpável, com o preço das ações da empresa aumentando mais de 5% nas horas após a publicação dos dados.

"Apresentamos resultados sólidos no primeiro trimestre com uma expansão significativa da margem bruta, já que a receita da GPU e do processador Ryzen e EPYC mais do que duplicou ano a ano", comentou a presidente e CEO, Lisa Su. Ela adicionou:

"Estamos ansiosos para os próximos lançamentos de nossos produtos para PC, jogos e datacenter de 7nm da próxima geração, que esperamos impulsionar ganhos de participação de mercado e crescimento financeiro."

Como muitos fabricantes de hardware, a AMD teve um 2018 complicado, situação agravada pelo persistente mercado de urso nas criptomoedas, que reduziu a demanda por componentes de hardware associados à mineração.

Como relatou o Cointelegraph, especialistas alertaram que o inverno cripto poderia continuar a causar dor de cabeça para a empresa, junto com outras como a Nvidia, que também teve uma reversão em suas fortunas no primeiro trimestre de 2019.

O Bitcoin (BTC), enquanto isso, continua a ser negociado acima dos US$ 5.000, estimulando o sentimento de incerteza de que o mercado de urso está definitivamente acabado, depois de se manter nesse nível ao longo do mês de abril.