Altcoins registram pequena alta, Bitcoin sustenta faixa dos US$ 8.100

Sexta-feira, 4 de outubro — As 20 maiores moedas do mercado cripto operam em alta consistente depois de abrirem o dia em queda, segundo dados do Coin360. O Bitcoin (BTC) tem sido negociado sem muitas alterações de preço depois de cair dos US$ 8.400 para US$ 8.100.

Market visualization

Visualização de mercado. Fonte: Coin360

O preço do BTC permanece em uma faixa estreita entre US$ 8.009 e US$ 8.314 hoje, máxima e mínima da maior criptomoeda no dia. No momento, o BTC está sendo negociado a US$ 8.131, pequeno aumento de 0,31%, tentando se manter no azul.

Bitcoin 24-hour price chart

Gráfico de preços do Bitcoin em 24 horas. Fonte: Coin360

O Ether (ETH) — que tem capitalização de mercado de US$ 18,8 bilhões — subiu 1,53% nas últimas 24 horas, sendo negociado a US$ 174,80 no momento. Durante a semana, o ETH teve flutuações, com a máxima registrada em US$ 184,60 e mínima em US$ 161,80, em 30 de setembro e 27 de setembro, respectivamente.

Ether seven-day price chart

Gráfico de preços do Ether em 7 dias. Fonte: Coin360

XRP também tem alta consistente, subindo 3,78% no dia para ser negociado em US$ 0,253 no momento. 

XRP seven-day price chart

Gráfico de preços do XRP em 7 dias. Fonte: Coin360

Das 20 maiores moedas digitais, apenas IOTA (MIOTA), Chainlink (LINK) e Tezos (XTZ) operam no vermelho, queda de 0,73%, 0,54%, e 0,71% respectivamente. Nenhuma das maiores criptomoedas registra ganhos de dois dígitos no momento, com as maiores vencedoras sendo Cardano (ADA), Litecoin (LTC), e Monero (XMR), com 4,11%, 3,81%, e 4,58% de respectivas altas.

Desdobramentos do mercado cripto no dia

A plataforma de interoperabilidade de blockchain Cosmos — responsável pela 22a. maior moeda, o Cosmos (ATOM) — revelou uma “vulnerabilidade de segurança de alta gravidade” encontrada no mecanismo de consenso Tendermint Core. A vulnerabilidade afetou todas as versões do Tendermint, nas quais o Cosmos é construído.

A empresa de capital de risco Andreessen Horowitz está abrindo uma escola especializada em startups. com o objetivo de desenvolver projetos relacionados a criptomoedas, com a intenção de "incentivar mais empreendedores de tecnologia a iniciar projetos de criptografia e ajudar construtores curiosos a navegar pelo labirinto de ideias".

Enquanto isso, uma pesquisa publicada pela empresa de ciberinteligência Prevailion mostrou que cerca de 72.000 dispositivos apenas em 2019 foram infectados durante uma campanha de malware suspeita, barata e bem-sucedida, para roubar criptomoedas.

ACOMPANHE OS MAIORES MERCADOS CRIPTO EM TEMPO REAL AQUI