Fundo de capital de risco Algo arrecada US$ 200 milhões para desafiar o Ethereum

A Algo Capital levantou US $ 200 milhões - o dobro de sua meta original - para o seu fundo de capital de risco.

De acordo com um comunicado compartilhado com o Cointelegraph em 27 de agosto, o novo fundo investirá em negócios que ajudarão a construir infraestrutura para o blockchain Algorand - um sistema de pagamento de código aberto e criptomoeda que utiliza um protocolo de passagem de mensagens do Byzantine Agreement.

O fundo também investirá em empresas focadas em acelerar a adoção do token nativo da plataforma, o Algo, como meio de pagamento.

Como publicado anteriormente, a Algorand foi fundada por Silvio Micali, um criptógrafo e vencedor do Prêmio Turing, que atualmente é professor do Massachusetts Institute of Technology.

Investidores e objetivos

O comunicado de imprensa da Algo Capital afirma que o fundo Algo VC garantiu o apoio de um grupo internacional de investidores da indústria financeira e de blockchain, incluindo Brainchild, NGC Ventures (ramo de capital de risco da NEO Global), Eterna Capital, GSR, Cognitive Blockchain, Rokk3r Inc. Wibson, 11-11 Ventures, DG Ventures, Winslow Strong, Invermaster e outros.

O fundo - que supostamente detém uma grande participação em Algos - revelou que suas empresas iniciais incluem plataforma de emissão de security token Securitize, a exchange descentralizada Idex, da plataforma blockchain BlockDaemon e da plataforma de orquestração de middleware OTCXN.

O fundo VC é liderado pelo investidor de blockchain David Garcia, pelo empresário de capital de risco Arul Murugan e pelo especialista em tecnologia de blockchain Pablo Yabo.

Todos os compromissos com o fundo foram aceitos em Algos e não em dólares americanos, com o token sendo usado como a principal moeda para todas as chamadas de capital.

Além disso, uma parte dos investimentos de capital do fundo inclui Algos, a fim de permitir que as empresas do portfólio usem o token digital como meio de pagamento dentro da rede da Algorand.

A Algo Capital diz que está buscando joint-ventures com vários aceleradores internacionais e estúdios de investimentos para aumentar o investimento em empresas de blockchain na América do Norte, América Latina, Europa e Ásia.

Rival do Ethereum?

Conforme relatado neste verão, a Algorand arrecadou mais de US$ 60 milhões em sua venda de tokens da Algo na plataforma de serviços financeiros CoinList.

Esse capital vem para se juntar aos US$ 66 milhões que a empresa havia captado no ano passado de investidores, incluindo as empresas de capital de risco Union Square Ventures e Pillar Venture Capital.

À luz do desenvolvimento de um protocolo de prova de participação (PoS) e da aspiração de hospedar uma plataforma de desenvolvimento de aplicativos para empresas, a Algorand é considerada por alguns como a concorrente mais próxima da Ethereum (ETH).