Depois de criar criptomoeda fracassada, irmão de Pablo Escobar quer enfrentar Apple e Elon Musk

Roberto de Jesus Escobar Gavíria, irmão de um dos mais cruéis criminosos da história, o traficante colombiano Pablo Escobar, declarou nesta semana que quer "derrubar" a gigante de tecnologia Apple e o bilionário Elon Musk. A informação é do Canal Tech.

Segundo Roberto Escobar, o excêntrico milionário Elon Musk é alvo de sua empresa, a Escobar Inc., que licencia e vende uma série de produtos licenciados baseados no famoso criminoso.

Escobar diz que Musk, através de uma de duas empresas, The Boring Company, teria lançado um lança-chamas projetado pelo traficante colombiano. O COO da Escobar Inc, Daniel Reitberg, promete uma série de ações judiciais contra Musk, dizendo que ele vai se "arrepender de ter roubado a propriedade intelectual de Pablo".

Já a briga com a Apple, curiosamente, é pela proeminência no mercado de tecnologia. O CEO da Escobar Inc, Olaf Gustaffson, diz na matéria que a empresa oferecerá produtos de tecnologia de ponta, prometendo desbancar a gigante Apple do mercado de tecnologia.

Como se não bastasse a série de ideias dignas de uma espécie de alucinação coletiva, Escobar tem defendido que o Bitcoin seria uma criação do governo dos Estados Unidos, e não de Satoshi Nakamoto, e que a CIA usaria o mercado com objetivo de desestabilizar a economia mundial.

Curiosamente, Roberto Escobar lançou em 2018 sua própria criptomoeda, o Diet Bitcoin, que prometia "valer mais que o Bitcoin", mas teve fracasso tão retumbante que hoje vale apenas US$ 0,000093.