44% dos russos já ouviram falar sobre criptomoeda, revela nova pesquisa

Quase metade dos russos já ouviu falar de criptomoedas, e 13% afirmam ter uma boa compreensão delas, segundo uma enquete conduzida pela empresa de pesquisa Romir em 7 de agosto.

A Romir, representante da Associação Internacional Gallup na Rússia, perguntou a 1.500 residentes russos sobre seus conhecimentos sobre criptomoeda, assim como seus planos de interagir com a indústria.

Dos entrevistados, 44% ouviram falar de criptomoeda, 13% disseram que tinham um bom entendimento e 56% não sabiam o que a palavra significava.

A pesquisa também observou que 31% dos entrevistados responderam que podem "imaginar o que são criptomoedas, mas não têm uma compreensão clara e exata delas".

A Rússia está formalizando sua abordagem regulatória para vários aspectos do fenômeno da criptomoeda, incluindo a taxaçãomineração e câmbio de ativos digitais.

Após anos de sinais mistos dos legisladores sobre a legalidade do Bitcoin (BTC) em particular, a primeira leitura do pacote de projetos de lei sobre criptomoedas e blockchain foi bem sucedida no início deste ano. O governo russo ainda não aprovou formalmente os estatutos como lei.

O presidente da Romir, Andrey Milyokhin, observou que os resultados da pesquisa "provaram conclusivamente que as criptomoedas ainda não formaram um instrumento financeiro significativo".

“Além disso, a sociedade russa, já previamente escaldados por vários esquemas de enriquecimento rápido, está demonstrando um ceticismo saudável neste caso.”

As outras descobertas da pesquisa incluíram uma relação entre renda e conhecimento da esfera cripto: pessoas com renda mais baixa tendiam a saber mais sobre a criptomoeda.

No final de janeiro, outra pesquisa relacionada à cripto conduzida pelo Centro Russo para o Estudo da Opinião Pública (VCIOM) descobriu que mais de 56% dos russos ouviram falar do Bitcoin, observando que 74% da população da capital russa Moscou está ciente da criptomoeda.