Mais de 39.000 comerciantes passam a aceitar Litecoin depois de integração com o Flexa

A startup de pagamentos em blockchain de Nova York Flexa adicionou o Litecoin (LTC) como a sua quinta cripto a ser aceita pelos comerciantes de sua rede de pagamentos, como a empresa anunciou oficialmente em 3 de julho.

Depois da listagem, o Litecoin agora é aceito como pagamento em mais de 39.250 localizações, como a Flexa tuitou ontem.

Litecoin, a quarta maior cripto por capitalização de mercado, tornou-se a primeira criptomoeda a ser adicionada à lista de moedas suportadas na rede Flexa desde seu lançamento em 13 de maio, diz a empresa.

Mesmo na primeira aplicação da rede Flexa, Spedn, a empresa inicialmente permitiu aos parceiros comerciais associados para aceitar pagamentos em quatro criptos incluindo Bitcoin (BTC), Ether (ETH), Bitcoin Cash (BCH), e a stablecoin fundada pelos irmãos Winklevoss, o Gemini Dollar (GUSD). Especificamente, a Flexa listou o GUSD como parte de uma parceria mais ampla com a exchange Gemini, dos Winklevoss, com objetivo de garantir a uma infraestrutura regulada e segurança.

No novo anúncio, a Flexa explicou a sua escolha de listar o Litecoin, alegando que a criptomoeda permite baixas taxas de transação, rápidos tempos de confirmação, bem como “uma comunidade ativa de entusiastas e entusiastas de pagamentos”.

No entanto, a Flexa não forneceu nenhuma explicação para o lançamento da moeda, já que seu white paper supostamente listou o Litecoin como uma das quatro moedas que seriam suportadas no lançamento inicial, de acordo com um artigo publicado no Litecoin.com.

O autor do artigo sugeriu que a Flexa não listou inicialmente o Litecoin para “capitalizar a emoção” em torno do próximo halving do  Litecoin Halving, que deverá ocorrer em 7 de agosto de 2019 na altura do bloco 1.680.000. 

Em abril de 2019, a Flexa garantiu US$ 14,1 milhões em uma rodada de financiamento liderada pela Pantera Capital, pela 1xx, pela Nima Capital, pela Access Ventures e outros, que precederam o lançamento público da empresa em maio de 2019.

Enquanto isso, o Litecoin foi ranqueado como “excelente” em termos de retorno de investimento e adoção pela fornecedora de dados de investimentos norte-americana Weiss Ratings. Em 18 de junho, a Litecoin Foundation entrou em uma parceria para lançar um cartão de débito criptomoeda físico, permitindo que os usuários gastem sua criptos online e em lojas físicas globais.