11/07 - O dia que o Bitcoin pode disparar ou começar a cair

A redução de blocos para a metade pode ser uma bênção para o Bitcoin ou uma crise que vai nos levar a uma queda espetacular?

Dinheiro tem de ser impresso para ser usado, ele tem de ser posto em circulação. Não importa se ele está baseado em papel ou virtual:  alguém tem que decidir quando, quanto e como ele será usado.

Moeda Tradicional e mineração Bitcoin

Normalmente moedas tradicionais são impressas pelos bancos centrais para controlar a inflação ou como parte de uma política monetária mais ampla de um país.

Em caso de moedas virtuais, já que não há governo nacional envolvido ou fronteiras fixas, outros meios precisam ser implantados para gerenciar oferta de moeda.

Bitcoin é fornecido pela 'mineração', um processo que envolve fazer cálculos matemáticos complicados usando um software especial e hardware.

O criador do Bitcoin assegurou que apenas uma quantidade limitada de Bitcoin poderia ser posta em circulação e esse número está fixada em 21 milhões.

Ele também assegurou que a mineração torna-se progressivamente difícil com o passar do tempo e com o aumento de Bitcoin minado.

Sabemos através do Blockchain.info que a partir de abril de 2016, existiam cerca de 15 milhões em circulação.

BitCoin em circulação VS mês

Fonte: Blockchain.info

A redução para metade e o que isso quer dizer

O sistema Bitcoin foi concebido de modo que ao longo do tempo o valor de mineração é reduzido pela metade.

A próxima vez que esta redução irá acontecer é em 11 de Julho de 2016. A redução para metade, terá um efeito enorme sobre os mineiros, pois os seus rendimentos vão cair significativamente.

O nível de dificuldade da mineração Bitcoin também irá fazer com que pequenas mineradoras não consigam minerarar por ser inviável, deixando o espaço de mineração para grandes operadores ou empresas de mineração em pool.

Esta tendência já foi observada com os chineses ocupando a mineração em grande escala, minerando mais da metade da mineração de Bitcoin que acontece hoje.

Então, o que a divisão de blocos irá causar com o preço? Será que vai levar a um aumento nos preços Bitcoin ou é hora para uma queda enorme? Nós conversamos com alguns especialistas da área.

A longo e curto prazo

Os especialistas estão definitivamente divididos em dois grupos quando se trata do preço Bitcoin, depois da redução para a metade. Os que estão otimistas sobre a redução têm suas próprias razões.

Tentamos obter tanto uma visão de curto prazo quanto uma visão de longo prazo da situação.

Aleksandar Matanovic, CEO da ECD.rs, uma empresa que faz câmbio de Bitcoin, disse à Cointelegraph:

"A curto prazo, acho que o preço vai cair. Um monte de pessoas estão esperando o preço subir após o halving. Tem muitos que querem tirar proveito do que vai acontecer ao comprar a moeda antes da divisão, na esperança de vender ao preço mais elevado após. Isso vai empurrar o preço para cima antes da redução dos blocos".

Matanovic pensa que a subida de valor recente se deve à toda essa informação sobre o halving. Todas as notícias fazem com que o valor do Bitcoin suba antes mesmo da divisão.

Ele acha que os preços atuais já são baseados no halving é por isso que os preços de Bitcoin não vão subir imediatamente após o halving, ao contrário do que muitos especuladores acreditam.

Ele é da opinião de que a longo prazo os preços Bitcoin deve aumentar.

Matanovic acrescenta:

"Teremos 75 novos bitcoins cada hora, em comparação a 150 que temos agora. Então, se a demanda continua subindo a uma taxa semelhante que tem vindo a aumentar nos últimos tempos, a taxa de fornecimento nova não será suficiente para manter o equilíbrio e vai empurrar o preço para cima ".

Aumento de preços, com quedas acentuadas

David Duccini disse à Cointelegraph:

"Se o preço não se move para cobrir os custos, poderia haver uma queda abrupta no poder de mineração, que deve ser compensado pela queda em dificuldade... mas quem sabe?"

Também tivemos uma conversa com Fran Strajnar, Co-fundador da BraveNewCoin.com, que apresentou uma análise detalhada a longo e curto prazo sobre o halving.

Tendo uma visão de curto prazo, ele explica:

"Com a dinâmica atual e o sentimento positivo do mercado, ainda considerando que já estamos quase no halving, veremos um contínuo e  constante aumento de preços, com quedas acentuadas no caminho."

Strajnar conclui:

"O halving representa uma redução de duas vezes na alimentação do mercado Bitcoin:

  1. Menos moedas serão produzidas.
  2. Menos moedas serão vendidas, com mineiros esperando que os preços a subam. Portanto, eu acredito fortemente pela oferta e demanda que temos, que o Bitcoin alcançará pelo menos US $ 800 em dezembro  de 2016. "