UASF vs. UAHF, Explicado

  • JUL 19, 2017
UASF vs. UAHF, Explicado
1.
O que são soft fork e hard fork?

UASF vs UAHF, Explicado

Ambos são mudanças no protocolo.

Um soft fork is uma mudança no protocolo do software que apenas blocos/transações anteriormente válidas são invalidadas. Uma vez que os velhos nós reconhecerão os novos blocos como válidos, um soft fork é retrocompatível.

Soft Fork

Um soft fork: Blocos violando as novas regras são tornados obsoletos pela maioria dos mineiros atualizados

Um hard fork é uma mudança radical para o protocolo que torna válidos blocos/transações inválidos anteriormente, ou vice-versa, e, como tal, exige que todos os nós ou usuários atualizem para a versão mais recente do software de protocolo. Um hard fork é uma divergência permanente da versão anterior do Blockchain, e a versão mais recente não aceita mais nós que funcionam em versões anteriores.

Hard Fork

Um hard fork: Nós não atualizados rejeitam as novas regras, divergindo na corrente

2.
O que são UASF e UAHF?

UASF signfica User Activated Soft Fork (Soft Fork Ativado pelo Usuário).

É um mecanismo no qual o tempo de ativação de um soft fork ocorre em uma data específica imposta por nós completos; um conceito às vezes referido como a maioria econômica. Um UASF exige muito apoio e coordenação da indústria. O conceito UASF foi combinado com a ativação do SegWit na proposta BIP148.

UAHF significa User Activated Hard Fork (Hard Fork Ativado pelo Usuário).

Os desenvolvedores adicionam um conjunto de regras obrigatórias para alterar o software do nó. Essas mudanças faz com que os blocos anteriormente inválidos se tornem válidos após um dia de flag (bandeira), o que não requer uma maioria de poder de hash para serem aplicadas. A Bitmain, uma grande empresa de mineração, anunciou como “um plano de contingência contra o UASF (BIP148)” em caso de aplicação do UASF.

3.
Quais eventos levaram à decisão UASF vs. UAHF?

O Bitcoin tem alguns pontos fracos conhecidos já há muito tempo.

SegWit é uma atualização para o Bitcoin Core. Acreidta-se que esta atualização irá resolver os problemas. Mas alguns usuários, empresas de mineração, ou seja, a Bitmain, e companhias, como a Bitcoin Unlimited, não apoiam essa idéia. Assim, a realização do SegWit pode dividir todo o sistema do Bitcoin. Alguns usuários e mineros aceitarão novos padrões, mas outros podem usar a versão mais antiga do código Bitcoin. Assim, diferentes variantes são consideradas para evitar isso e salvar o Blockchain de transações.

4.
Existe algum precedente de soft forks e hard forks?

Todos os usuários de criptomoedas veem isso todos os dias.

Cada transação entra em um Blockchain. Durante a mineração, diferentes pessoas têm uma cadeia de transações diferente. Antes que a cadeia mais longa seja implementada, pode-se dizer que existe um fork em uma corrente.

O exemplo mais significativo para a aplicação de UASF e UAHF é a história do Ethereum.

Em abril-maio de 2006, o Ethereum iniciou o projeto DAO. Mas, um mês depois, um hacker conseguiu o dinheiro dos proprietários. A soma era de cerca de US$ 55.000.000. Após o incidente, foram sugeridas três soluções:

  • aceitar o roubo e não fazer nada

  • voltar o Blockchain ao momento do roubo, ou hard fork

  • aceitar todas as transações para a carteira falsa do hacker e devolver o dinheiro, ou soft fork

A comunidade Ethereum escolheu seguir a segunda variante. Mas alguns usuários não estavam satisfeitos com isso. Eles assumiram que "código é lei" é principal conceito da criptomoeda. Esses usuários aceitaram o roubo, então um segundo Blockchain apareceu. A primeira cadeia é conhecida como Ethereum, ETH, a segunda cadeia é conhecida como Ethereum Classic, ETC.

5.
Como a implementação do UASF ou UAHF mudará o Bitcoin?

Existe um número enorme de possíveis cenários.

Se um desses planos for aceito, os próximos desenvolvimentos dependem das ações de usuários e mineiros. De acordo com a proporção das categorias dadas acima, os principais cenários possíveis são:

  1. A maioria dos usuários e mineiros aceita o plano. Essa situação é boa, não há fork e existe apenas uma ramificação.

  2. A maioria dos usuários aceita o plano e o mineiro não fazem nada. Se o número de usuários é maior (mais que 51%), então, haverá uma ramificação. Se o número de usuários é inferior a 51%, então haverá duas ramificações, fork dos usuários e fork dos mineiros. Se o número de usuários cresce e alcança mais 51%, blocos no fork dos mineiros serão substituídos por blocos no fork dos usuários. Os mineiros serão aniquilados.

  3. Usuários e mineiros não chegam a um acordo. Neste caso, o maior grupo pode atacar o menor. As transações feitas no grupo menor serão perigosas, uma vez que elas poderão ser destruídas.

Estes cenários têm diferentes consequências, por exemplo, o grupo menor pode se defender e fazer algumas mudanças no protocolo e algoritmos.

Fique ligado nas notícias da Cointelegraph para não perder nada.