Negociação Cripto, Explicada

Negociação Cripto, Explicada

Partnership Material

1.

O que é negociação cripto?

Esse tipo de negociação envolve trocar uma moeda criptografada por outra, comprar e vender moedas e trocar dinheiro fiduciário por criptografia.

Ele tem algumas semelhanças com o câmbio (forex), onde as moedas fiduciárias de todo o mundo são negociadas 24 horas por dia.

O número de criptomoedas explodiu nos últimos anos - e as estimativas sugerem que agora existem mais de 1.500 delas.

Muitas dessas moedas só podem ser adquiridas usando uma grande criptomoeda, como Bitcoin ou Ethereum. Por esse motivo, você provavelmente precisará realizar negociações se quiser contribuir com ofertas iniciais de moedas (ICOs) ou usar os serviços de uma empresa blockchain.

Uma vantagem da negociação de criptomoedas é que você pode se envolver sem minerar moedas sozinho - um processo que demanda tempo, energia, conhecimento técnico e muito poder de computação.

2.

OK! Então como comprar criptos?

Você geralmente passa por algo conhecido como câmbio de criptomoedas.

As bolsas de criptomoedas geralmente se dividem em duas categorias: centralizadas e descentralizadas.

Além de comprar criptomoedas usando moedas fiduciárias, uma bolsa centralizada é um lugar onde você pode armazenar fundos e trocar itens como o Bitcoin por outras moedas e fichas. Exemplos incluem Coinbase, Kraken e Binance. Embora haja menos riscos de que seus fundos desapareçam caso você esqueça uma senha ou sua chave privada, é importante ter fornecedores confiáveis ​​que tenham altos padrões de segurança. Isso porque houve casos em que milhões de dólares desapareceram dessas trocas durante a noite por meio de hackers.

Do outro lado da moeda, as trocas descentralizadas (DEX) removem o intermediário - o que significa que a negociação é automatizada e peer to peer. Eles incluem Waves, Bitsquare, Bitshares e CounterParty. Ao contrário de suas contrapartes centralizadas, há mais ênfase na privacidade aqui, permitindo que você tome outras medidas para proteger sua identidade. O “ambiente sem confiança” nessas plataformas é impulsionado por contratos inteligentes. Embora você conserve 100% de controle de seu dinheiro com sua própria carteira pessoal, perder suas chaves privadas pode tornar seus fundos irrecuperáveis.

3.

Onde seria o melhor lugar para guardar minhas criptomoedas, então?

Isso depende de quais são suas prioridades.

As chamadas “carteiras quentes” facilitam o acesso à sua criptomoeda - permitindo que você transfira fundos e conclua operações rapidamente e com facilidade. Muitos provedores agora oferecem aplicativos móveis para que isso possa ser feito em movimento. Enquanto isso, “carteiras frias” são armazenadas off-line - geralmente em pen drives - com algumas pessoas até mesmo anotando suas chaves privadas no papel. O último pode funcionar bem se você quiser economizar criptos em um dia chuvoso.

Outra coisa para pensar é o que você deseja armazenar em sua carteira de criptomoedas. Se você tem interesse em negociar, as chances são de que você terá várias moedas cripto de uma só vez. Algumas carteiras são projetadas apenas para suportar uma moeda, enquanto outras suportam dúzias.

4.

O que é importante verificar ao comprar criptomoedas?

Com centenas de opções, cada uma com valor e propósito diferentes, vale a pena fazer sua pesquisa.

Apenas algumas criptomoedas - como Bitcoin e Ethereum - alcançaram níveis mais comuns de popularidade. No entanto, mesmo moedas bem estabelecidas podem ser vítimas de extrema volatilidade de preços. Pode ser difícil prever como os preços vão flutuar com moedas recém-criadas porque há pouca informação histórica a ser analisada. Apoiar uma nova moeda pode ser extremamente lucrativo, mas, da mesma forma, há uma chance de você cometer um erro caro se não souber o que está fazendo.

Manter-se atualizado com as notícias da Cointelegraph, buscar avaliações independentes de ICOs e reunir o máximo de informações possível sobre o histórico de uma moeda são etapas essenciais antes de decidir fazer um investimento. Depois de fazer uma compra, monitore de perto quaisquer alterações no preço - e considere estabelecer limites mais altos e mais altos quando você quiser vender sua criptomoeda, mitigando as perdas em caso de queda e protegendo os lucros após um surto.

5.

Algum erro frequente de iniciantes que eu devo evitar?

Tente evitar colocar todos os ovos na mesma cesta.

Assim como o investimento tradicional, vale a pena ter um portfólio diversificado e espalhar o risco. Dessa forma, se uma criptomoeda ocorrer de forma desastrosa, ela não terá um efeito catastrófico no valor geral dos seus recursos.

Outra dica é tentar determinar por que o valor de uma determinada criptomoeda está subindo ou caindo antes de você fazer um investimento. Comprar uma moeda que está em queda livre e esperar que seu valor aumente novamente pode parecer inteligente, mas não há garantias de que ela se recuperará. Perseguir os ganhos apoiando uma moeda que aumentou também pode parecer tentador, mas há sempre o risco de esquemas de "pump e dump", nos quais o preço cai depois. Conheça o "porquê" antes de comprar.

Finalmente, sempre marque, verifique novamente e triplique a verificação durante a negociação - uma dica simples que até mesmo os detentores de criptos experientes esquecem. Ao configurar ordens de compra ou venda, certifique-se de que seus números se somam, pois até mesmo o menor dos erros de digitação pode fazer com que você perca uma quantia espantosa. Além disso, ao lidar com uma negociação, verifique se você está enviando moedas para o endereço correto.

6.

Qual é a melhor maneira de aprender a negociar criptos?

Para melhorar rapidamente, você precisa de orientação e apoio de um mentor ou de uma comunidade de sua confiança.

Idealmente, um trader novato deve começar escolhendo uma troca confiável e jogando com moedas populares, como Bitcoin ou Ethereum. No entanto, a abordagem de aprender fazendo é muito lenta para aqueles que querem ter sucesso rapidamente. Juntar-se a uma comunidade de negociantes afins poderia ser uma das melhores decisões a tomar: há muitos grupos no Telegram ou encontros regulares nos EUA e em outros países.

Além disso, recursos como a Rede Taklimakan, a plataforma de investimento blockchain, conectam investidores amadores e operadores de criptos amadores com especialistas do setor. O ICO da empresa começou em abril e terminará em 31 de agosto.

Ao contrário de numerosos intermediários no mundo cripto, o objetivo da plataforma é ensinar você a tomar suas próprias decisões de investimento. A Taklimakan Network está encorajando profissionais experientes a compartilhar opiniões sobre mercados de criptomoedas e projetos blockchain, ajudando os novatos a negociar a partir da posição do conhecimento.

Co-autor: Vicky Lova