O que é Bitcoin? História, características, prós e contras

Definição do Bitcoin

O Bitcoin (BTC) é uma moeda digital, que é usada e distribuída eletronicamente. 

O Bitcoin é uma rede descentralizada peer-to-peer. Nenhuma instituição ou pessoa o controla. 

Os Bitcoins não podem ser impressos e a quantidade deles é muito limitada – somente 21 milhões de Bitcoins podem ser criados.

Quem criou o Bitcoin?

O Bitcoin foi apresentado pela primeira vez como um software de código aberto por um programador anônimo ou um grupo de programadores, sob o codinome Satoshi Nakamoto em 2009. Houve muitos rumores sobre a identidade real do criador do BTC, no entanto, todas as pessoas mencionadas nesses rumores negaram publicamente ser Nakamoto.

O próprio Nakamoto afirmou ser um homem de 37 anos que vive no Japão. No entanto, por causa de seu inglês perfeito e seu software não ter sido desenvolvido em japonês, há dúvidas razoáveis sobre essas informações. Por volta da metade de 2010, Nakamoto foi fazer outras coisas, deixando o Bitcoin nas mãos de alguns membros proeminentes da comunidade BTC. Satoshi também chamou Gavin Andresen de desenvolvedor principal.

Estima-se que Nakamoto possua cerca de um milhão de Bitcoins, o que equivalia a aproximadamente US $ 3,6 bilhões em setembro de 2017.

Quem controla o Bitcoin?

De acordo com Gavin Andresen, a primeira coisa em que ele se concentrou após Nakamoto deixar o projeto foi uma descentralização adicional. Andersen queria que o Bitcoin continuasse sua existência de forma autônoma mesmo que fosse "atropelado por um ônibus".

Para muitas pessoas, a principal vantagem do Bitcoin é sua independência dos governos mundiais, bancos e corporações. Nenhuma autoridade pode interferir nas transações BTC, impor taxas de transação ou tirar dinheiro das pessoas. Além disso, o movimento Bitcoin é extremamente transparente - cada transação única está sendo armazenada em um grande livro-razão público distribuído chamado Blockchain.

Essencialmente, como o Bitcoin não é controlado como uma rede, dá aos usuários controle total sobre suas finanças.

Como funciona o Bitcoin?

Um usuário vê apenas a quantidade de Bitcoins na sua carteira e nos resultados da transação. 

Nos bastidores, a rede Bitcoin está compartilhando um livro-razão público chamado "corrente de blocos" (block - bloco, chain - corrente). Esse livro-razão contém todas as transações processadas. Os registros digitais das transações são combinados em "blocos". 

Se alguém tentar mudar apenas uma letra ou número em um bloco de transações, também afetará todos os blocos que virão a seguir. Devido ao fato de ser um livro-razão público, um erro ou uma tentativa de fraude podem facilmente serem detectados e corrigidos por qualquer pessoa.

A carteira do usuário pode verificar a validade de cada transação. A autenticidade de cada transação é protegida por assinaturas digitais correspondentes às dos endereços de envio.

Devido ao processo de verificação e, dependendo da plataforma de negociação, pode demorar alguns minutos para que uma transação de BTC seja concluída. O protocolo Bitcoin foi projetado para que cada bloco leve cerca de 10 minutos para ser minerado.

Características do Bitcoin

Descentralizado

Um dos principais objetivos de Satoshi Nakamoto ao criar o Bitcoin foi o de manter a independência da rede de quaisquer autoridades governamentais. Ele é projetado para que cada pessoa ou empresa, bem como todas as máquinas envolvidas na mineração e verificação de transações, se tornem parte de uma vasta rede. Além disso, mesmo que parte da rede caia, o dinheiro continuará circulando.

Anônimo

Atualmente os bancos sabem praticamente tudo sobre seus clientes: histórico de crédito, endereços, números de telefone, hábitos de gastos e assim por diante. Com o Bitcoin é muito diferente, pois a carteira não precisa ser vinculada a nenhuma informação de identificação pessoal. E, embora algumas pessoas simplesmente não desejem que suas finanças sejam gerenciadas e monitoradas por qualquer tipo de autoridade, outros podem argumentar que o comércio de drogas, o terrorismo e outras atividades ilegais e perigosas prosperarão neste relativo anonimato.

Transparente

O anonimato do Bitcoin é apenas relativo, pois cada transação que já aconteceu até hoje em BTC é armazenada no Blockchain. Em teoria, se o endereço da carteira fosse usado publicamente, qualquer pessoa poderia dizer quanto dinheiro está nela ao estudar cuidadosamente o livro-razão do blockchain. No entanto, o rastreamento de um endereço Bitcoin específico para uma pessoa ainda é quase impossível.

Aqueles que desejam se manter anônimos de suas transações podem tomar medidas para se manterem fora do radar. Existem certos tipos de carteiras que priorizam a opacidade e a segurança, mas a medida mais simples seria usar vários endereços e não transferir enormes quantidades de dinheiro para uma única carteira.

Rápido

A rede Bitcoin processa os pagamentos quase que instantaneamente, normalmente leva apenas alguns minutos para que alguém do outro lado do mundo receba o dinheiro, enquanto as transferências bancárias normais podem demorar vários dias.

Imutavel

Depois de enviar seu Bitcoins para alguém, não há como recuperá-los, a menos que o destinatário deseje enviá-los de volta para você. Isso garante a recepção do pagamento, o que significa que não importa com quem você esteja negociando, não é possível mentir alegando que nunca recebeu o dinheiro.

O que posso comprar com Bitcoin?

Em 2009, quando o Bitcoin foi apresentado pela primeira vez, não era muito claro como e onde você poderia gastá-lo. Agora, você pode comprar praticamente tudo. Por exemplo, gigantes como a Dell aceitam pagamentos em BTC para uma grande variedade de seus produtos e conteúdo digital. Você pode voar com companhias aéreas como AirBaltic e Air Lithuania, comprar ingressos de teatro através do Theatre Tickets Direct do Reino Unido, conseguir algumas garrafas de cerveja artesanal da Honest Brew, e assim por diante.

Outras opções incluem o pagamento de hotéis e a compra de imóveis, a cobrança de contas em vários bares e restaurantes, juntar-se a um site de namoro, comprar um vale-presente, apostar em um cassino on-line e doar para uma boa causa. Há também uma enxurrada de mercados on-line comercializando de tudo, desde substâncias ilegais até itens de luxo de alto requinte.

O Bitcoin é uma forma de pagamento relativamente nova e bastante complexa, o que faz com que seja natural que as opções de gastos ainda sejam limitadas, mas cada dia mais e mais empresas - desde pequenos cafés locais até gigantes da indústria - estão aceitando pagamentos em BTC.

Além disso, devido a sua taxa de câmbio constantemente flutuante, o Bitcoin tornou-se uma excelente oportunidade para o investimento. Apesar de ainda ser uma moeda instável e até certo ponto sequer reconhecida, tornou-se sete vezes mais valiosa ao longo do ano passado, atingindo uma taxa de quase US $ 5 000 por BTC.

Como conseguir Bitcoin?

A maneira mais simples de conseguir Bitcoins é os comprando. Os Bitcoins estão disponíveis em várias casas de câmbio, mas você também pode comprá-lo diretamente de outras pessoas através de mercados. Eles podem ser pagos com dinheiro, transferência de cartão de crédito e débito ou mesmo com outras criptomoedas. Mas primeiro, você precisará de uma carteira Bitcoin.

Há uma variedade de opções, mas as principais podem ser reduzidas a uma carteira on-line e uma carteira de software no disco rígido do seu computador. Nenhuma das opções é completamente segura, uma vez que um disco rígido pode ficar corrompido, enquanto uma carteira on-line pode ser propensa a um ataque de hackers. Existem também carteiras móveis, que são muito simplificadas devido a uma enorme capacidade de armazenamento necessária para transportar todo o Blockchain; dispositivos dedicados, chamados carteiras hardware e carteiras de papel com dois códigos QR que não são armazenados digitalmente em nenhum lugar, tornando-as imunes a ataques cibernéticos padrão e falhas de hardware.

E, claro, há a mineração. Apenas alguns anos atrás, qualquer pessoa com um computador poderoso poderia minerar Bitcoin, mas isso já não é mais assim. A popularidade cada vez maior do BTC, bem como a sua taxa de câmbio, fizeram com que as grandes empresas entrassem no jogo armadas até os dentes com dispositivos específicos de mineração, portanto, a dificuldade e a energia necessárias para a mineração de quantidades lucrativas de Bitcoins foram para as alturas. Além disso, a quantidade de Bitcoins ainda a ser extraída diminui constante e drasticamente.

Prós

Liberdade

O BTC foi projetado com a liberdade em mente. Mais importante ainda, a liberdade das autoridades governamentais que controlam as transações, impondo taxas e se encarregando do dinheiro das pessoas. Quando se trata de comprar coisas, a criptomoeda tornou-se tão legítima quanto a moeda corrente nos últimos anos e, considerando a existência de inúmeros mercados da Deep Web que só aceitam Bitcoin, você pode comprar algumas coisas mais facilmente com o BTC do que com qualquer outra moeda.

Alta portabilidade

Uma das características distintivas do dinheiro é a portabilidade, o que significa que deve ser fácil de transportar e usar. Uma vez que a Bitcoin é completamente digital, praticamente qualquer soma de dinheiro pode ser carregada em um pen drive, ou mesmo ser armazenada on-line.

Criptomoedas dão às pessoas liberdade para enviar e receber dinheiro com apenas uma varredura de um QR-code ou um clique de uma carteira on-line. Demora pouquíssimo tempo, não há taxas ultrajantes e o dinheiro vai de pessoa para pessoa sem intermediários desnecessários; Tudo o que você precisa é acesso à Internet.

Escolha sua própria comissão

Outra vantagem indiscutível da rede Bitcoin é a possibilidade de escolher o valor da taxa de transação ou escolher não pagar. A taxa de transação é recebida pelo minerador, depois que um novo bloco é gerado com um hash bem-sucedido. Normalmente, o remetente paga a taxa total, já que deduzir esta taxa do destinatário pode ser considerado um pagamento incompleto.

As taxas de transação são completamente voluntárias e servem de incentivo para que os mineradores assegurem que a transação específica seja incluída no novo bloco que está sendo gerado. Este incentivo também funciona como uma fonte de renda para os mineradores, muitas vezes trazendo mais dinheiro do que a mineração tradicional teria, especialmente considerando que a atividade de mineração se parará completamente no futuro, quando o limite de Bitcoins for alcançado.

Assim, o mercado de criptomoeda pede aos usuários que escolham entre o custo e o tempo de espera. A taxa de transação mais alta significaria um processamento mais rápido, enquanto os usuários sem restrições de tempo podem economizar dinheiro.

Sem PCI

PCI é a sigla em inglês para Indústria de Cartões de Pagamento e denota os cartões de débito, crédito, pré-pagos, carteira eletrônica, cartões POS e empresas associadas. Consiste em todas as organizações que armazenam, processam e transmitem os dados do titular do cartão, existem regulamentos de segurança rigorosos e as principais marcas de cartões são parte disso.

Embora regras e regulamentos unificados possam ser boas para as grandes empresas, elas podem não estar levando em consideração as necessidades de cada pessoa. Ao usar o Bitcoin, não há necessidade de cumprir os padrões PCI, o que pode permitir que os usuários se ramifiquem em novos mercados, onde os cartões de crédito não chegam ou os níveis de fraude são inaceitavelmente altos.

Como resultado, os usuários recebem comissões mais baixas, uma oportunidade para expandir seus mercados e reduzir suas despesas administrativas.

Segurança e controle

Os usuários do Bitcoin são capazes de controlar suas transações; ninguém pode retirar dinheiro da sua conta sem que você saiba e aceite, como às vezes acontece com outras formas de pagamento, e ninguém pode roubar suas informações de pagamento dos comerciantes.

Os usuários de BTC também podem proteger seu dinheiro com cópias de backup e criptografia. Além disso, suas identidades e informações pessoais estão sempre protegidas, já que nenhuma delas precisa ser divulgada para fazer um pagamento.

Transparente e neutro

Cada transação única, bem como todas as informações sobre isso, estão sempre disponíveis para todos no Blockchain, que podem ser verificados e usados ​​em tempo real. O protocolo BTC é criptografado, portanto, nenhum ser humano ou uma organização pode controlá-lo ou manipulá-lo. A rede é descentralizada, de modo que ninguém nunca o controlará completamente. É por isso que o Bitcoin sempre será neutro, transparente e previsível.

Não pode ser falsificado

Uma das formas mais populares de falsificação no mundo digital é usar duas vezes o mesmo dinheiro, fazendo com que ambas as transações sejam fraudulentas. É chamada de "gasto duplo". Para contrariar isso, o Bitcoin, como a maioria das outras criptomoedas, usa a tecnologia Blockchain, bem como os vários mecanismos de consenso incorporados em todos os algoritmos BTC.

Contras

Questões legais

O status legal do Bitcoin varia drasticamente de país para país. Em alguns, o uso e comércio de BTC é encorajado, enquanto que em outros é proibido e é ilegal.
Houve muitas preocupações com o apelo do Bitcoin junto aos criminosos, algumas notícias já declararam que sua popularidade depende inteiramente da capacidade de gastar com bens ilegais. Na verdade, quando o infame mercado negro da web Silk Road foi fechado, o Bitcoin caiu instantaneamente de valor (wired.com).

Nível de reconhecimento

O Bitcoin é reconhecido e é perfeitamente legal em muitos países, no entanto, alguns dos governos do mundo ainda não possuem nenhum regulamento sobre o BTC, enquanto outros o proibiram.

A maioria dos negócios, não importa se grande ou pequeno, ainda são completamente ignorantes sobre ele. É quase impossível abandonar todas as outras moedas e começar a usar exclusivamente o BTC.

Chaves perdidas

Uma chave é uma senha alfanumérica única necessária para acessar uma carteira Bitcoin. Perder essa chave essencialmente significa perder sua carteira. No entanto, a maioria das carteiras atuais tem mecanismos de backup e restauração, mas, obviamente, o usuário precisa configurá-los antes de poder usá-los.

Volatilidade

O preço do Bitcoin teve seus altos e baixos, atravessando vários ciclos entre decolagens e quedas, referidos por alguns como bolhas e bustos. Ao longo de sua história, o BTC atingiu novos picos, apenas para sofrer um enorme tombo logo na sequência. Seu valor é imprevisível, muda rapida e drasticamente, o que pode causar danos financeiros significativos a um investidor imprudente.

Desenvolvimento contínuo

O futuro do Bitcoin é bastante obscuro. Atualmente, os governos e os bancos não conseguem controlar o BTC, é quase desregulamentado. No entanto, quanto maior e mais popular for, mais os governos mundiais tentarão controlá-lo. Um Bitcoin regulamentado e governado seria um tipo de moeda completamente diferente.

O Bitcoin é um esquema de pirâmide?

Um investidor bilionário chamado Howard Marks afirmou recentemente que as moedas digitais não são mais que um esquema de pirâmide. Ele elaborou dizendo que o sucesso atual das moedas digitais é baseado em nada além da vontade de atribuir valor a algo que realmente não tem valor além daquele que as pessoas vão pagar por ele (cointelegraph).

Aqueles que investem em um esquema de pirâmide obtêm seus retornos de seu próprio dinheiro ou do dinheiro dos investidores subsequentes, em vez de um lucro feito pelos indivíduos que executem o negócio. Quando se trata de Bitcoin, no entanto, os ganhos e o seu valor provêm do fornecimento limitado de moedas. À medida que mais pessoas adquirem as moedas, a oferta fica mais rara, tornando cada moeda cada vez mais valiosa. O Bitcoin simplesmente não tem nada em comum com um esquema de pirâmide padrão.

O Bitcoin é uma bolha?

Robert Shiller, economista vencedor do Prêmio Nobel, propôs uma lista de verificação que ajuda a determinar se algo é uma bolha. Essa lista de verificação inclui aumentos substanciais no preço de um ativo, grande entusiasmo público, frenesi da mídia, histórias de pessoas ficando ricas e crescente interesse no bem entre o público em geral. O Bitcoin marca “sim” em todas essas caixas de resposta.

Então, de certa forma, o Bitcoin é uma bolha e já explodiu antes. Após o fechamento da infame Mt.Gox, uma casa de câmbio chinesa que lidava com mais de 70% de todas as transações de Bitcoin em todo o mundo, os preços do BTC caíram por cerca de um ano e meio. Os preços levaram exatamente 3 anos para se recuperar. Claro, é difícil prever o que acontecerá no futuro e existe a possibilidade de os preços do Bitcoin caírem novamente. No entanto, o Bitcoin se recuperou antes e atualmente está mais forte do que nunca.

Diferença do Bitcoin de moedas tradicionis

Descentralização

Toda moeda do mundo, afora as criptomoedas, é governada por algum tipo de autoridade. Toda transação passa por um banco, onde são cobradas enormes taxas das pessoas, e normalmente leva muito tempo para que o dinheiro chegue ao destinatário.

O Bitcoin, por outro lado, não é controlado por ninguém. É uma rede descentralizada e é construída sobre a cooperação e comunicação de todas as pessoas que participam dela. Por isso, mesmo que alguma parte da rede esteja off-line, as transações continuarão acontecendo.

Não pode ser falsificado

O Bitcoin foi projetado como uma moeda que pode resistir a tentativas de falsificação. A legitimidade do BTC é assegurada pela tecnologia Blockchain, bem como por vários mecanismos de defesa diferentes incorporados em cada algoritmo.

A maioria das outras moedas tradicionais são extremamente propensas a falsificação e aqueles que as controlam parecem estar perto da estaca zero quando se trata de corrigir isso.

Durabilidade

Os Bitcoins não existem em forma física, o que significa que eles não podem ser danificados. Todo Bitcoin é essencialmente eterno, ao contrário do papel-moeda ou das moedas.

Uma vez enviadas, as criptomoedas não podem ser recuperadas

Se alguém comete um erro e envia dinheiro para a carteira errada e deseja recuperá-lo, não há o que se possa fazer. Como muitos outros recursos do Bitcoin, isso foi feito para evitar fraudes. Infelizmente, quando se trata de moedas tradicionais, a maioria das transações pode ser recuperada, é preciso apenas um telefonema.

Fungibilidade

Embora existam algumas moedas tradicionais, como dólar e euro que são aceitos em vários países, a maioria das moedas mundiais só pode operar dentro das fronteiras geográficas de seu país de origem. Em contraste a isso, o BTC é uma moeda on-line, o que significa que seu ambiente operacional autorizado é mundial.

Como o Bitcoin é tributado?

O Bitcoin ainda não obteve um status de curso forçado na maioria das jurisdições, mas algumas autoridades fiscais reconheceram seu significado e propuseram regulamentos específicos. Esses regulamentos variam significativamente de país para país.

Por exemplo, o Internal Revenue Service dos EUA trata o Bitcoin e todas as outras moedas digitais proeminentes como uma propriedade em vez de uma moeda. Todo contribuinte que venda bens e serviços em Bitcoins deve incluir o valor dos Bitcoins recebidos em suas declarações fiscais anuais. Os mineradores também estão sujeitos à tributação dos EUA, mas somente se a mineração for bem-sucedida.
De acordo com o Tribunal de Justiça Europeu, o Bitcoin é uma moeda, não uma propriedade. Embora esteja isento de IVA, o Bitcoin ainda pode estar sujeita a outros impostos. As autoridades fiscais do Reino Unido tratam o Bitcoin como uma moeda estrangeira, com cada caso relacionado ao BTC sendo considerado com base em seus próprios fatos e circunstâncias individuais. A partir de julho de 2017 a venda de Bitcoins está isenta do imposto sobre o consumo no Japão, onde é oficialmente reconhecido como método de pagamento.

Assim, como o Bitcoin é uma moeda relativamente nova, os quadros regulamentares que regem a tributação diferem significativamente de acordo com o país. Além disso, em muitas jurisdições não existem leis ou regulamentos específicos sobre a criptomoeda.

Casas de câmbio de criptomoeda

Moeda Métodos de pagamento
Coinbase USD, EUR, GBP Cartão de crédito, transferência bancária
Bittrex Mais de 190 pares de critpos Criptomoeda
LocalBitcoins (P2P) Todas as moedas Dinheiro, PayPal, transferência bancária
CEX.IO USD, EUR, GBP, RUB Cartão de crédito, transferência bancária, Ethereum
Kraken USD, EUR, CAD, GBP, JPY Transferência bancária, Altcoins
CoinMama EUR, USD Cartão de crédito, Ethereum
Bitfinex USD Transferência bancária, Ethereum, Dash, Monero, Zcash
Poloniex Mais de 75 pares de criptos Criptomoeda
Bitstamp USD, EUR Cartão de crédito, transferência bancária
Bisq (P2P) Mais de 59 pares de criptos Criptomoeda, transferência bancária
GDAX USD, GBP, EUR Transferência bancária, Ethereum, Litecoin
ShapeShift Mais de 40 pares de criptos Criptomoeda

Siga-nos no Facebook