A Bankorus, financiada pela Overstock, não tem dinheiro nem funcionários, diz shareholder de US$ 1 milhão

O maior acionista da Bankorus, startup blockchain de gerenciamento de patrimônio financiada pela Overstock, alegou que a empresa não tem mais dinheiro.

Em um comunicado divulgado em 6 de outubro, Sonic Zhang disse que os acordos anteriores de financiamento da Bankorus fracassaram e que todos seus funcionários se demitiram.

Zhang: a Bankorus "ficou sem dinheiro"

Como colaborador de mais de US$ 1 milhão para a empresa, Zhang disse que soube dos problemas por meio de seu cofundador, Gregory van den Bergh, em julho.

"A Bankorus ficou sem dinheiro, porque os investidores da segunda rodada retiraram seus fundos", escreveu Zhang.

STO da Overstock falha em salvar fortunas

Anteriormente conhecida como MICAI, a Bankorus tentou lançar uma oferta inicial de moedas (ICO) em 2018, pouco antes de o mercado para esse método de financiamento cair.

Em seguida, a tZero, a plataforma de security token da Overstock, ofereceu investimento e uma transição para uma oferta de security token, ou STO.

Segundo Zhang, no início de 2019, a transição estava progredindo com sucesso, mas problemas repentinos iniciais prejudicaram drasticamente a operação.

Toda a Bankorus agora, acrescentou, é um investimento de US$ 1 milhão na Rato Credit Union da Lituânia. Zhang acrescentou:

"E os detentores de tokens não têm nenhuma reivindicação legal sobre isso, com base nos acordos que assinaram".

O desastre ocorre em meio aos problemas na própria Overstock. Como o Cointelegraph informou, o famoso gigante do varejo amigável ao Bitcoin perdeu abruptamente seu CEO Patrick Byrne em agosto. Em setembro, um processo alegando violação da lei de valores mobiliários aumentou seu infortúnio.